Câmara apresenta nomes da Comissão Externa da Petrobras

Comissão será instalada no dia 2 de abril na Câmara dos Deputados e terá cronograma

Alves anunciou os nomes que vão compor a Comissão Externa. Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados
Alves anunciou os nomes que vão compor a Comissão Externa. Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), anunciou nesta noite os nomes que vão compor em definitivo a Comissão Externa para acompanhar as investigações de denúncias de corrupção na Petrobras. O PSB abriu mão de indicar o deputado Alexandre Roso (RS) em favor do líder do Solidariedade, Fernando Francischini (PR). Paulo Magalhães (BA) vai representar o PSD na comissão.

A comissão será instalada no dia 2 de abril na Câmara dos Deputados. Formada por oito parlamentares mais um coordenador, a comissão deverá apresentar um cronograma de trabalho, incluindo a viagem à Holanda para obter informações de autoridades locais sobre um suposto esquema de pagamento de propina da empresa SBM Offshore a funcionários e intermediários da Petrobras, em negócios envolvendo fretamento de plataformas.

A oposição afirma que todos os requerimentos sobre os negócios da Petrobras que não puderem ser encaminhados via comissão externa, como convocações de dirigentes e ministros, serão protocoladas em comissões permanentes da Casa, entre elas a que tem convocado mais ministros: a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle.

O grupo será liderado pelo deputado Maurício Quintella (PR-AL), escolha do presidente da Câmara. A oposição indicou o ex-líder do PSDB, Carlos Sampaio (SP), o deputado gaúcho Onyx Lorenzoni (DEM), além do líder do Solidariedade. O PMDB será representado por Lúcio Vieira Lima (BA), o PT por Luiz Alberto (BA) e o PP por Mário Negromonte (BA). O PR fechou as indicações com Anthony Garotinho (RJ).

 

Fonte: Estadão / R7

Compartilhar: