Campanha contra a gripe pretende vacinar 191 mil pessoas em Natal

O Ministério da Saúde ambiciona vacinar cerca de 80% das pessoas de cada grupo de risco

Vacinacao-WR

O Dia D de Vacinação contra a Gripe ocorre neste sábado (26) em todo país. Conforme a coordenadora de imunizações de Natal, Solange Cruz, 65 unidades de saúde estarão abertas até as 17h na cidade, assim como 16 postos volantes. Na capital, a meta é vacinar 191 mil pessoas dos grupos prioritários. No ano passado, só foram vacinados 109.025 pessoas na cidade.

Devem atender o chamado para imunização: pessoas com mais de 60 anos; trabalhadores da área da saúde; crianças entre seis meses de idade até cinco anos; gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias depois do parto); pessoas com doenças crônicas não transmissíveis; presidiários e funcionários do sistema prisional.

Quem preferiu vacinar-se logo nas primeiras horas de atendimento foi o engenheiro aposentado Dorian Nóbrega de 83 anos. Desde que a campanha começou há anos, ele se imuniza contra a gripe. Sobre a descrença e até temor que determinadas pessoas apresentam quando se referem à vacinação, ele diz: “venho porque acredito que vou ficar isento da gripe. A vacina é comprovada cientificamente e usada no mundo inteiro. Isso [o medo] é uma bobagem”.

Contudo, ele admite que, mesmo vacinado, as vias respiratórias são atacadas de vez em quando. “Uma gripezinha aqui ou ali a gente pega, sem maior importância. Às vezes é em função do clima ou do banho de mar”, acrescentou.

Segundo coordenadora municipal de imunizações, isso pode ocorrer em razão das inúmeras variações do vírus da gripe. “O objetivo dessa vacinação é manter a qualidade de vida deles, mas é claro que é difícil explicar as variações dos vírus para eles até pelo nível de compreensão que é diferente”, observou.

O Ministério da Saúde ambiciona vacinar cerca de 80% das pessoas de cada grupo de risco. Mas em Natal o objetivo é mais arrojado. “Trabalhamos com o total para dar mais estímulo, porque sempre esse número [a meta] cai”, disse a coordenadora. Para conseguir se aproximar do seu objetivo de imunização, A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu 585.750 mil doses.

Solange Cruz explica que esse número é maior que a quantidade total de pessoas a serem vacinadas porque os menores de cinco anos recebem duas vezes. Outros fatores, como o percentual de perdas, também são levados em consideração para se enviar esse número superior. A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe vai até o dia nove de maio com possibilidade de se prorrogar.

Feira da Saúde

A unidade básica de saúde de Mirassol promoveu neste sábado, durante o Dia D de Vacinação uma Feira da Saúde. De acordo com a diretora da unidade, Márcia Barreto, o dia é dedicado atendimentos médicos de várias especialidades, aplicação de fluor, teste de glicemia, verificação de pressão, palestra sobre desinfecção de alimentos e apresentações artísticas alusivas aos cuidados com a saúde. A expectativa da direção é que 500 pessoas participem da Feira.

Compartilhar:
    Publicidade