“Não Desvie o Olhar” contra a exploração sexual infanto-juvenil será lançada em Natal

A ideia é atingir todos os brasileiros e estrangeiros que, direta ou indiretamente, estarão mobilizados pela Copa do Mundo, sensibilizando os torcedores com a mensagem “Não Desvie o Olhar. Proteja nossas crianças e adolescentes. Exploração sexual é crime. Disque 100 e denuncie”.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Destinada à sensibilização e mobilização contra a exploração sexual infanto-juvenil durante a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014, a campanha internacional “Não Desvie o Olhar” terá seu lançamento oficial em Natal no próximo dia 12 de maio, às 8 horas, no auditório do Ministério Público do Trabalho, com a presença do prefeito Carlos Eduardo. A campanha atua em 17 países e, no Brasil, será realizada nas 12 cidades-sede da Copa, com o envolvimento de atores públicos, privados e da sociedade civil que trabalham na temática, tendo a coordenação da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e do Conselho Nacional do Serviço Social da Indústria (SESI). Na capital potiguar, a coordenação será da Prefeitura do Natal. A coordenação internacional é da rede ECPAT (sigla do inglês End Child Prostitution And Trafficking – Fim da Prostituição e do Tráfico Infantil).

Em Natal, a campanha será difundida nos mais diversos meios de comunicação e contará com a parceria do Comitê Local para a Proteção Integral dos Direitos da Criança e do Adolescente e o apoio do Ministério Público Regional do Trabalho. As peças divulgadas utilizam as imagens de personalidades ligadas ao futebol, como o jogador Kaká, o ex-jogador Juninho Pernambucano e o ex-árbitro Arnaldo Cezar Coelho.

“Não Desvie o Olhar” insere-se no âmbito do projeto “Prevenção da Exploração Sexual no Turismo e Sensibilização dos Turistas Durante os Grandes Eventos”, co-financiado pela União Europeia e realizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), em parceria com a organização italiana Istituto Sindacale per la Cooperazione allo Sviluppo – ISCOS Piemonte (Instituto Sindical pela Cooperação ao Desenvolvimento) no marco do programa de cooperação internacional descentralizada “100 cidades para 100 projetos Brasil-Itália”.

O objetivo é orientar as vítimas potenciais da exploração sexual sobre os seus direitos; elevar o nível de conscientização dos cidadãos; informar os torcedores nacionais e internacionais sobre a existência e consistência do fenômeno da exploração sexual de crianças e adolescentes e sobre as punições cabíveis. Além disso, a campanha visa a incentivar a população e os torcedores a denunciarem violações.

A ideia é atingir todos os brasileiros e estrangeiros que, direta ou indiretamente, estarão mobilizados pela Copa do Mundo, sensibilizando os torcedores com a mensagem “Não Desvie o Olhar. Proteja nossas crianças e adolescentes. Exploração sexual é crime. Disque 100 e denuncie”.

Além de seu caráter internacional, a campanha “Não Desvie o Olhar” no Brasil se soma às demais campanhas ministeriais (do Ministério do Turismo e da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos), popularizando e fortalecendo ainda mais o serviço de denúncia “Disque 100”. Será difundida por meio de eventos promocionais específicos durante a Copa do Mundo 2014 (junho e julho) e será distribuída a partir do mês de maio em todos os lugares potencialmente frequentados pelos turistas nacionais e internacionais nas cidades-sede.

Através da participação dos governos municipais, e de acordo com a vocação peculiar de cada uma das cidades envolvidas, será garantida a veiculação de cartazes, banners, panfletos e filmes nos aeroportos e aeronaves, estações rodoviárias e metrôs, a difusão de peças publicitárias em canais de TV, rádios revistas, internet, mobiliário urbano e a distribuição de material impresso em táxis, hotéis, bares e restaurantes. Estima-se também uma difusão da campanha virtual nas mídias sociais.

Compartilhar: