Campeão Mundial do UFC pede apoio à Prefeitura para projetos sociais

O prefeito o recebeu com palavras de incentivo e afirmou que Natal se sente orgulhosa de ter um “filho” campeão mundial na categoria peso Galo

Prefeito Carlos Eduardo, o lutador Renan Barão e o Secretário Dudu Machado. Foto:Marco Polo
Prefeito Carlos Eduardo, o lutador Renan Barão e o Secretário Dudu Machado. Foto:Marco Polo

Detentor do cinturão de campeão mundial na categoria peso Galo do UFC, o natalense Renan do Nascimento Mota Pegado, mais conhecido por Renan Barão, fez uma visita de cortesia nesta sexta-feira (21) ao prefeito Carlos Eduardo.  Acompanhado do secretário municipal do Esporte, Lazer e Copa do Mundo da Fifa 2014, Luiz Eduardo Machado Pereira, o lutador veio  pedir apoio à Prefeitura do Natal para projetos de cunho social que pretende desenvolver na capital, e para mais dois lutadores potiguares Ronny Markes e Jussier Formiga, que participam do evento mundial de UFC dia 23 de março no ginásio de esportes Nélio Dias, na Zona Norte.

O prefeito o recebeu com palavras de incentivo e afirmou que Natal se sente orgulhosa de ter um “filho” campeão mundial na categoria peso Galo. Carlos Eduardo disse que depois do evento da  Zona Norte, vai de estudar com o secretário e o lutador, o apoio que será dispensado pela administração municipal aos projetos a serão apresentados por Renan Barão.

Mantendo a mesmo após sagrar-se campeão mundial da categoria nos Estados Unidos, Barão revelou que a conquista do cinturão, mais do que um degrau vencido em sua carreira, é um estímulo para os jovens, principalmente no mundo de hoje, onde as drogas e criminalidade estão a fazer novas vítimas a cada dia. Ele não tem dúvida de que a disseminação da prática esportiva é uma das saídas a ser perseguida, para vencer essa luta.

Renan Barão, 27 anos de idade, tem a maior sequencia de vitórias no MMA do UFC na atualidade, com 32 lutas, sendo 31 vitórias, 1 derrota e 1 luta sem resultado, além de estar invicto na maior organização de MMA do mundo, com 7 lutas e 7 triunfos. O lutador, que ficou 2 anos com o título de campeão interino da categoria, iria unificar o cinturão com o campeão linear até então, o americano Dominick Cruz no UFC 169, porém Cruz teve mais uma de suas seguidas lesões no dia 6 de janeiro de 2014 e Barão se tornou o campeão linear da categoria.

 

Compartilhar: