Canal 1 – Televisão

Ministério da Justiça justifica a existência da “classificação indicativa” Em razão de nota publicada na segunda-feira, sob o título “A…

Ministério da Justiça justifica a existência da “classificação indicativa”

Em razão de nota publicada na segunda-feira, sob o título “A ‘classificação indicativa’ perdeu completamente a razão de existir”, Ana Beatriz Teixeira Domingues Duarte, do ministério da Justiça, enviou o esclarecimento que se segue:

“A política brasileira de classificação indicativa busca cumprir preceitos estabelecidos na Constituição Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente, representando um importante avanço na proteção de direitos. Além disso, é um processo democrático – compartilhado entre o Estado, as empresas de entretenimento e a sociedade – com o objetivo de informar às famílias a faixa etária para qual programas não são recomendados. Ela não substitui, entretanto, a decisão familiar, que continua soberana; apenas auxilia em sua tomada, avisando, por meio de informações de caráter pedagógico, que tipo de conteúdo esperar de filmes, programas de televisão, jogos eletrônicos, aplicativos e livros de RPG. A exibição da obra de acordo com sua classificação garante à pessoa e à família a possibilidade de se defender de conteúdos inadequados.
A política vem, sim, observando mudanças sociais e avanços tecnológicos: desde 2012, jogos eletrônicos e aplicativos são softwares passíveis de classificação; no início de 2014, uma portaria dispõe que as obras destinadas ao mercado de vídeo por demanda devem ser autoclassificadas; da mesma forma, empresas de tecnologia e entretenimento já se comprometeram a adotar a política de classificação indicativa brasileira em jogos e aplicativos; e a televisão a cabo há algum tempo adota o sistema brasileiro e oferece aos usuários a opção de bloqueio por faixa etária.
Esperamos, com isso, ter esclarecido que a classificação indicativa está longe de parecer com censura e, mais ainda, de não ter razão de ser”.

TV Tudo

Separando as coisas

A Bandeirantes tem limites bem estabelecidos para o seu pessoal envolvido na cobertura da Copa do Mundo e em assuntos correlatos a ela.

O esporte tem que se preocupar só com o futebol e nada além dele. Manifestações e outras movimentações do tipo devem ficar a cargo do Jornalismo. E só a ele.

Agora vai

No ano passado, por ordem do dono Silvio Santos, o SBT suspendeu a reprise de “Carrossel”, lançando no lugar um novo jornal com a Neila Medeiros, “SBT Notícias”, que não foi além de 3 meses no ar.

Agora, também por ordem dele, “Carrossel” deve voltar ao ar novamente, restando apenas definir horário e dia de lançamento.

Agora é moda

Depois da Cláudia Raia e Débora Falabella, Bianca Bin também foi obrigada a pintar os seus cabelos de loiro.

Em todos os casos, por causa de novos trabalhos na Globo.

Bianca, no papel de uma vilã, fará uma das protagonistas de “Boogie Oogie”, próxima novela das seis que estreia no dia 4 de agosto.

Em estudos

O SBT está em vias de realizar algumas mudanças na direção dos seus programas.

Wanderley Villanova, que vai deixar a Fremantle no fim de julho e já trabalhou na casa, é um nome que interessa.

Por enquanto…

Sobre essas mudanças que o SBT poderá realizar, o interesse na volta do Villanova é o que existe. E nada mais que isso.

Nunca se cogitou, pelo menos até aqui, qualquer troca de comando no “Domingo Legal”, com a saída do Magrão, Roberto Manzoni.

Transmissão da Copa

A Copa do Mundo, atualmente em jogo, em particular vai deixar o telespectador brasileiro mal acostumado.

Até aqui, pelo menos, a geração de todos os jogos é a mais perfeita possível. Verifica-se a existência de um padrão único e bem definido, que vai desde o início de cada partida, o rolar da bola, até o seu encerramento.

Os profissionais envolvidos…

Têm seus trabalhos determinados e sabem como agir nas mais diversas situações, desde a captação até a seleção das imagens ou replays. Não há exagero ou repetições desnecessárias de lances, mesmo aqueles que possam despertar alguma dúvida.

Resta saber como ficaremos, com o nosso Brasileiro, quando tudo isso acabar.

Por outro lado…

Todos os estádios construídos para a Copa do Mundo, superfaturamentos à parte, nada deixam a desejar a qualquer outro do mundo e são dotados de sistemas de iluminação dos mais modernos.

Nada que se compare com os outros que também temos por aqui na Série A, mas principalmente na B.

Boechat no comando

Ainda às voltas com o mundial, a Bandeirantes já tem todo um calendário estabelecido com vistas as eleições de outubro.

Mesmo com outros profissionais habilitados para desempenhar tais funções com a mesma competência, Ricardo Boechat já está confirmado como mediador dos principais debates.

Detalhe da personagem

“O Rebu”, próxima novela das 11 da Globo, tem sua estreia confirmada para o dia 14 de julho.

Nela, Mariana Lima será Roberta Camargo, responsável pela organização de uma festa na mansão de Ângela Mahler (Patrícia Pillar). É lá que o “rebu” acontece, quando um corpo é encontrado boiando na piscina.

Bate – Rebate

Camila Rodrigues, Corona, Micael Borges e Pérola Faria disputam o prêmio de R$ 100 mil, neste domingo, na final do “Isso eu Faço”, quadro do programa “Hora do Faro”.

Índices da Copa do Mundo estão surpreendendo a direção da Globo…

… E de maneira bem positiva. Nem o mais otimista dos seus componentes esperava por tanto.

Na Bandeirantes está acontecendo a mesma coisa e com a preocupação de tirar proveito desta audiência para a sua grade.

Fernanda Lima não terá direito nem mesmo a um pit-stop rápido…

… Terminando o “Superstar”, ela já irá iniciar os trabalhos do próximo “Amor & Sexo”…

… “Amor & Sexo” que, com exceção ao Léo Jaime, ainda não tem definidos os seus demais participantes.

Walther Negrão e Suzana Pires têm se encontrado quase que diariamente, para os retoques finais no texto da série “A dama da noite”.

A falta de educação de alguns torcedores com as repórteres mulheres, destacado no site Comunique-se, é um fato…

… E um fato que beira a falta de educação. Algumas pessoas acham que aqui pode de tudo. Não é bem assim.

C´est fini

A Globo já dá como certo que as suas novelas, principalmente às das 6 e 7 da noite, encerrada a primeira fase da Copa do Mundo, voltarão a ser apresentadas quase normalmente.

Os horários dos jogos não irão coincidir com as suas exibições.

Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Compartilhar:
    Publicidade