Canal 1- Televisão

A falência das concessões de televisão O negócio televisão no Brasil nunca esteve tão próximo da desmoralização absoluta. O “Quem…

A falência das concessões de televisão

O negócio televisão no Brasil nunca esteve tão próximo da desmoralização absoluta. O “Quem quer dinheiro?”, criado por Silvio Santos para o voo e distribuição dos seus “aviõezinhos”, foi ligeiramente alterado e trocado de lado por parte dos programas produzidos pelas mais diferentes igrejas. Virou o “Me dá um dinheiro aí?”, mas agora de uma maneira mais despudorada da que sempre existiu ou da que até aqui se colocava em prática.

O fiel “patrocinador”, aquele que banca tudo isso e que já estava acostumado ao corpo a corpo, boleto bancário, venda da toalhinha, aromatizantes, promessas de falsos milagres e todo tipo de encenação, em sua boa fé hoje verifica que não existe nem mesmo a intenção de disfarçar coisa nenhuma. A tomação de dinheiro acontece na cara dura.

No último domingo, com a maior naturalidade deste mundo, um senhor da igreja Mundial – que não era o dono Valdemiro Santiago, gritava aos presentes: “Quem pode doar agora mil reais para manter esta obra?!. Quem não tiver pode dar 500 mesmo, que também ajuda”. Uma verdadeira palhaçada.

E deixava claro que era tudo para manter a obra do bispo, ou seja, os aluguéis de horários na televisão. Fato é que as concessões de TV, em muitos casos, foram parar nas mãos de pessoas que não estão interessadas em fazer televisão. É daqui pra pior.

TV Tudo

Tirando lasquinha

Todo e qualquer movimento contra o racismo deve ser apoiado e incentivado.

Falar do Daniel Alves, aqui, é desnecessário. Tudo de bom  já foi dito sobre ele, baseado em informações do autor Walther Negrão, que conhece o jogador de perto. É um tremendo boa cabeça.

Tão boa cabeça…

Que quando o Neymar se transferiu para o Barcelona, embora tivesse uma proposta milionária do futebol inglês, o Daniel preferiu permanecer no clube catalão.

Abriu mão de um dinheiro muito maior, para acompanhar seu companheiro nos primeiros dias no novo time. Sabia que aquilo seria importante para ele, Neymar.

É uma obrigação…

Repudiar todo e qualquer ato dos idiotas racistas, como dar apoio irrestrito a qualquer movimento do bem. O curioso é que já transformaram a atitude do Daniel, a mais natural e inteligente possível, em uma jogada de marketing.

Já são muitos, incluindo os mesmos de sempre, interessados em tirar a sua lasquinha. Em vez de querer se aproveitar da situação, essas pessoas deveriam tomar atitudes concretas, como foi a do Daniel. Só aparecer na foto, com a bananinha na mão, não vai adiantar coisa nenhuma.

E outra…

Também estou com o pai do Daniel, uma das coisas mais sabias e cuidadosas que ouvi até agora: da próxima vez, chuta, manda pra escanteio, e não come.

Vai que um desses criminosos enfia alguma coisa na banana. Tem muito maluco nesse mundo.

E a última…

Vale lembrar que ainda recentemente, tivemos os casos do Tinga e do arbitro de Porto Alegre, Márcio Chagas da Silva, e muitos do que aí estão nem se alvoroçaram. Não vieram a público fazer um barulho tão grande.

O Ibope de retorno, com certeza, não seria o mesmo do Daniel Alves.

Fui…

O “Superpop”, da Luciana Gimenez, passa por outro momento daqueles.

O diretor Ricardo de Barros se afastou na noite de segunda-feira, porque decidiu dar um outro rumo na vida.

Por outro rumo na vida…

Entenda-se o “Encrenca”, nos moldes do “Pânico” – que o Ricardo já dirigiu e que a emissora pretende estrear em breve nas noites de domingo.

Outros setores, no entanto, falam em incompatibilidade com a Luciana. Por enquanto, não foi designado ninguém para ocupar o seu lugar. A Rede TV! confirma a sua saída e mudança para o novo programa.

Lado B

Guilherme Weber, diretor do longa “Deserto”, procurou a coluna para esclarecer que a Ancine não pode ser responsabilizada pelos eventuais atrasos de pagamentos do elenco, já tendo esta repassado todo dinheiro aprovado e previsto para este projeto.

A produção, segundo ele, aguarda a liberação de recursos captados junto a outros patrocinadores para fechar os pagamentos pendentes do filme. Então, pronto.

Social

Na segunda-feira, noite da sua estreia, Otávio Mesquita recebeu a direção do SBT para um coquetel em sua casa. Maciel, Glen e companhia bela. Cerca de 20 pessoas.

O programa, em seu primeiro dia, exibido quase às duas da manhã, marcou 3,2 de média, com 25% de participação. Encostadinho no Jô.

Mudanças do “Fantástico”

Sobre todo processo de mudanças no “Fantástico”, a sua dupla de apresentadores também passou a ser questionada. Tadeu Schmidt já não é uma unanimidade.

E do lado feminino, há quem fale em erro de cálculo. Patrícia Poeta, mais descontraída e com a cara do programa, não deveria ter saído de lá. Renata Vasconcellos, com jeito mais sério, cairia como uma luva no “Jornal Nacional”. Opiniões. As duas são ótimas. Titulares em qualquer time.

Bate – Rebate

Certeza: Vanessa Gerbelli é uma das melhores atrizes atualmente em cartaz.

NBA: a ex-jogadora de basquete Magic Paula vai voltar ao canal Space, em maio…

… Paula será a comentarista das finais da Conferência Oeste da liga americana, que serão exibidas no Brasil com exclusividade pela emissora do grupo Turner.

Em maio o canal Viva completa quatro anos no ar…

… Entre as atrações anunciadas, a exibição da série “A Diarista”, com Cláudia Rodrigues.

Resta saber se no “Repórter Record Investigação”, o novo contratado Domingos Meirelles fará apenas as vezes de apresentador…

… Na estreia, pelo menos, foi assim, com o bom Gerson de Souza no campo e ele no estúdio.

Muitos autores de novelas, em vésperas de estreias, sofrem com a marcação cerrada de alguns atores…

… Dão palpites na história, no personagem e não se acanham no momento de pedir mais destaque…

… Por essas e outras, o Aguinaldo, que vem aí com “Falso Brilhante”, já avisou que não quer papo com ninguém…

… Proibiu todas as ligações, para desespero de uma atriz com mais quilômetros de estrada. Do contrário, justifica, não vai conseguir trabalhar.

C´est fini

Uma nova estratégia de programação está em prática na TV Assembleia, com o comando de Ana Claudia Carletto.

O ponto forte é o telejornal ao vivo e entradas inúmeras ao vivo durante a programação, tanto de locais dentro da Assembleia como de fora. Está funcionando.

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Compartilhar:
    Publicidade