Carlos Eduardo diz que Natal poderá ganhar em breve um voo da Air Europa‏

O prefeito Carlos Eduardo considerou a reunião muito positiva e está otimista que em breve o voo da Air Europa será uma realidade.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em reunião com realizada nesta semana com o diretor da Air Europa, Manuel Panadeiro Lopez, o prefeito Carlos Eduardo solicitou que fosse estudada a possibilidade de companhia voar para Natal. O diretor da Air Europa se comprometeu a apresentar uma ação promocional do destina Natal no mercado espanhol e com isto lançar o voo para Natal.

Para viabilizar o voo para a Natal estão sendo estudadas duas opções: Uma aproveitar o voo hoje existente para Salvador e fazer uma escala na capital potiguar e a outra opção seria aproveitar uma aeronave que pernoita nas Ilhas Canárias e fazer o voo para Natal. As duas opções abririam as portas da cidade para o turismo espanhol.

O prefeito Carlos Eduardo considerou a reunião muito positiva e está otimista que em breve o voo da Air Europa será uma realidade.

Participaram também da reunião. O secretário adjunto de Turismo, Murilo Felinto e o diretor da Casa do Brasil, Cássio Romano.

Carlos Eduardo e Murilo Felinto, seguem para Lanzarote, nas Ilhas Canárias, a convite do governador da ilha, uma região Autônoma da Espanha. Com 120 mil leitos, as Canárias é um dos principais destinos turísticos da Europa e no primeiro trimestre deste ano superou a marca dos três milhões de turistas estrangeiros. Lá, Carlos Eduardo irá fazer uma palestra sobre as potencialidades de investimentos em Natal e terá encontros com empresários do ramo turístico.

Está agendada ainda uma reunião com o diretor de Turismo de Lanzarote, Héctor Fernandez, e representantes da Operadora alemã Tui Travel, um dos maiores grupos de turismo do mundo, que recentemente investiu no Brasil na compra do site MalaPronta.com.

Segundo Murilo Felinto, grande parte dos turistas que procuram as Ilhas Canárias são originários de países escandinavos e da Rússia, a intenção da Prefeitura é buscar ofertar voos charters conjugados para que esses turistas passem uma semana nas Ilhas Canárias e outra semana em Natal. “Este ano, o Ministério do Fomento da Espanha, autorizou as companhias aéreas estrangeiras a embarcar passageiros nas ilhas Canárias, quando entenda que isso possa gerar riquezas no arquipélago, o que até então era proibido, daí surgiu a oportunidade de se fazer charters conjugados, já que 15 dias é um período muito longo para os turistas ficarem apenas nas ilhas”, diz Felinto.

Além da pauta com os operadores do turismo nas Canárias, o chefe do executivo municipal manterá, também, reuniões com um grupo que trabalha com a criação de atum em cativeiro nas ilhas e conhecerá uma central dessanilizadora. As ilhas canárias são uma formação rochosa e não possuem nenhum rio, tirando toda a água consumida diretamente do mar.

Carlos Eduardo retorna a Natal no dia 27

Compartilhar:
    Publicidade