Carlson: “Robinson não foi correto ao receber salário após rompimento”

Para ele, Robinson errou ao passar três anos recebendo o salário de vice-governador sem contribuir com a gestão

CARLSON

O advogado Carlson Gomes, candidato a deputado estadual pelo DEM, considera injusto o fato de o vice-governador Robinson Faria(PSD), ter permanecido no cargo recebendo salário após anunciar rompimento com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Carlson, com base política em Currais Novos, que seu pai, Geraldo Gomes, administrou quatro vezes, acha que o vice e hoje candidato a governador poderia ter ajudado a atual gestão. Carlson adota tom moderado e evita radicalismo.

Para ele, Robinson errou ao passar três anos recebendo o salário de vice-governador sem contribuir com a gestão. “Robinson não foi correto ao passar os três anos do Governo de Rosalba, de quem é vice-governador, recebendo um salário pago pelo povo, sem contribuir e ajudar a gestão, que tanto precisa de apoio. Temos que ser verdadeiro e eu reconheço esse erro de Robinson, fazendo uma crítica construtiva”, comentou Carlson.

No passado, houve caso semelhante ao de Robinson Faria, mas com desdobramento diferente. Em 1982, o então vice Geraldo Melo rompeu com o grupo do governador Lavoisier Maia e renunciou ao cargo, integrando-se de forma total à oposição, sem qualquer vínculo administrativo com o Estado. Hoje, Robinson está sem receber vencimentos por cumprir licença obrigatória para disputar a campanha.

Currais Novos é mais um município do Rio Grande do Norte onde o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB), conta com o apoio de situação e oposição à sua candidatura ao Governo do Estado. No município seridoense, apoiam Henrique, o prefeito Vilton Cunha (PR); o deputado estadual Ezequiel (PMDB), candidato à reeleição; o ex-prefeito Zé Lins (PMDB), além do ex-prefeito Geraldo Gomes (DEM) e seu filho Carlson Gomes, candidato a deputado estadual pelo DEM.

Carlson justifica que juntamente com todo o grupo político liderado por seu pai Geraldo Gomes, que foi prefeito quatro vezes, escolheu Henrique porque é o candidato que possui mais serviços prestados a Currais Novos e ao Rio Grande do Norte: “Dos candidato ao Governo do Estado, Henrique é o que mais já trabalhou por Currais Novos, pelo Seridó e pelo Rio Grande do Norte. É Henrique o que tem a força que o nosso Estado precisa neste momento de crise. É Henrique o nome que enxergo capaz de mudar nossa atual realidade”.

Carlson Gomes lembra o compromisso de Henrique com o povo de Currais Novos, em construir a Adutora para impedir um possível colapso por falta d’água no município. “Henrique está na luta pela nossa adutora. É um sonho não só de Currais Novos, mas também dos acarienses, já que a obra também vai beneficiar Acari. Estamos firmes com Henrique”, exaltou.

O Democrata ainda ressalta que apesar das divergências locais no município, o momento exige união pelo bem do Rio Grande do Norte. “É público e notório nossas divergências locais com o grupo político do prefeito em Currais Novos, mas nós temos que esquecer as questões locais, deixar o radicalismo de lado e pensar no que é melhor para o Estado. Votar em Henrique não quer dizer que Geraldo Gomes está se aliando ao prefeito. Jamais. Cada grupo está fazendo seu trabalho em prol de Henrique. Nós mesmos já estamos andando de casa em casa e rua em rua pedindo que o povo vote no 15. O outro grupo também faz a campanha conforme a estratégia dele”. afirmou Carlson.

Compartilhar: