Cartilha “Cidadania A-Z” será lançada no próximo sábado

A publicação tem dois personagens centrais, Edu e Cida, crianças que irão dialogar com estudantes dos 5 a 15 anos

O nosso país só poderá avançar na área da cidadania a partir da educação da criança. Foto: Divulgação
O nosso país só poderá avançar na área da cidadania a partir da educação da criança. Foto: Divulgação

Valorizar as cores da nação, estimular a prática cotidiana da ética, o cultivo dos princípios básicos da convivência em sociedade formam o Programa Brasileiro de Educação Cidadã (Probec). E esta iniciativa, criada pelo juiz de Direito, Jarbas Bezerra e a advogada Lígia Limeira, tem mais um momento de interação com a comunidade neste sábado (14) às 16h30, na Livraria Saraiva do Shopping Midway Mall, quando acontece o lançamento da cartilha “Cidadania A-Z”.

A publicação tem dois personagens centrais, Edu e Cida, crianças que irão dialogar com estudantes dos 5 a 15 anos e repassar o conteúdo de verbetes como Bullying, Constituição Federal, Democracia, Eleições, Higiene, Justiça, Política e Respeito, entre outras palavras e expressões integrantes do dia a dia dos cidadãos.

“O nosso país só poderá avançar na área da cidadania a partir da educação da criança, sobretudo enquanto sua personalidade é formada, por isso sentimos a necessidade de lançar esta cartilha”, entende o magistrado. O Rio Grande do Norte tem vocação para atitudes e momentos de expressão da cidadania, onde pela primeira vez uma mulher votou, outra foi eleita prefeita, e mais uma teve a primazia de chegar a um parlamento estadual no Brasil.

Os dois personagens remetem à educação e à cidadania e promovem a cada página a ligação entre o aspecto lúdico e mensagem a qual se propõe a obra de Jarbas e Lígia, experimentados no campo dos adultos com a publicação de várias edições do Manual Prático das Eleições. “Já escrevemos sobre como agir, se portar e atuar de forma correta nas eleições, agora chegou a hora de falar para os futuros cidadãos”, observa o juiz.

Para o autor, no período em que o Brasil viveu o regime ditatorial (1964-1985) se criticava muito disciplinas como Educação, Moral e Cívica e nos anos seguintes, OSPB, mas com a extinção da última, ficou um vazio até hoje não preenchido nas escolas. “Tiraram todo o conteúdo ideológico das salas de aula, deixando somente o tecnicismo da matemática, física, química e outras matérias, sem qualquer conteúdo de cidadania”, critica.

As ações do Probec chamam a atenção de Estados como Rio de Janeiro e Espírito Santo. No território potiguar ensejou a criação de uma lei que instituiu 10 de setembro como o Dia da Cidadania, outro pioneirismo potiguar nesta área. “Desejamos ver a cidadania como uma realidade nas escolas, ver as crianças cantarem com orgulho o hino nacional e os valores do respeito, civilidade, honestidade e caráter voltarem à pauta”.
LANÇAMENTO

Cartilha “Cidadania A-Z”

Sábado – 14 de dezembro
Horário : 16h30
Local : Livraria Saraiva – Midway Mall

 

Fonte: Tribunal de Justiça do RN

Compartilhar: