Casal costumava manter criança 14 horas por dia presa em gaiola

Outra menina que vivia na casa sofria abusos

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A polícia de Oklahoma prendeu um casal acusado de manter um menino de 4 anos de idade preso em uma gaiola de arame durante 14 horas por dia. Suzanne Satterfield, de 33 anos, e Johnathon Lee (padrasto), de 31, foram acusados de abuso infantil.

Satterfield enfrenta um adicional por permitir o abuso de crianças, enquanto Lee também é acusado de abuso íntimo de outra criança que vivia na casa.
A vítima teria ficado presa com algemas de plástico no cativeiro. O padrasto explicou que manteve o menino na gaiola à noite para que ele não tocasse nos fios elétricos expostos, que estavam espalhadas pelo quarto.

Durante a investigação, as autoridades encontraram mais evidências acusando Lee de abuso íntimo de uma menina de 14 anos que também vive na casa.
Fonte: R7

Compartilhar:
    Publicidade