Caso de empresária vítima de bala perdida será apurado pela Corregedoria

Além disso, delegado foi designado para investigar a ocorrência.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O caso da empresária Poliana de Lima, de 24 anos, vítima de uma bala perdida, supostamente disparada por policiais militares durante uma perseguição, será encaminhado para a Corregedoria da Segurança Pública. Além disso, a Delegacia Geral da Polícia Civil informou que deverá designar um delegado para investigar a ocorrência.

Poliana estava em seu carro, junto com a filha, na Cidade Satélite. Na tarde desta quarta-feira (29), policiais em perseguição teriam atirado contra bandidos e um dos tiros foi direto contra Poliana. A bala pegou de raspão no queixo da jovem e chegou a quebrar um dos vidros do veículo dela. Após ser socorrida, Poliana recebeu 21 pontos no queixo para fechar o ferimento.

“Fui mais uma vítima dessa violência absurda que vivemos nos dias de hoje, a nossa cidade está entregue as baratas e o nosso estado também! A polícia que é pra nos dar segurança contra os bandidos está matando e ferindo cidadãos de bem. Falta de treinamento, de competência e de preparação desses profissionais que por pouco não mataram eu e minha filha. Fui atingida com uma bala perdida que ao invés de ser para os bandidos foi diretamente no meu carro. Hoje estou contando a história, mas se a bala tivesse se aprofundado 2cm eu estaria morta. Deixo aqui meu desabafo depois de tudo que eu passei. Graças a Deus estou bem, mas onde vamos parar? Quantas pessoas ainda vão passar por isso? Acorda RN! Acorda Brasil!”, postou Poliana no Facebook.

Fonte: Portal BO

Compartilhar: