Catadores coletam toneladas de material reciclável no Fifa Fan Fest

O trabalho dos catadores foi feito por meio de uma parceria entre Prefeitura de Natal e duas cooperativas

Foto: Heracles Dantas
Foto: Heracles Dantas

Catadores de materiais recicláveis estão aproveitando a Copa do Mundo para conseguir uma boa renda extra. Com a realização da FIFA Fan Fest em Natal, eles chegam a arrecadar até duas toneladas de lixo reciclável diariamente. Nos quatro jogos sediados na capital potiguar, o grupo reuniu mais de 10 toneladas. Os profissionais de reciclagem atuam na Praia do Forte, onde está montada a arena da Fan Fest, e no entorno do estádio Arena das Dunas.

O trabalho dos catadores foi feito por meio de uma parceria entre Prefeitura de Natal e duas cooperativas: Cooperativa dos Catadores de Materiais Recicláveis da Cidade do Natal e a Cooperativa dos Catadores de Materiais Reciclados. Após recolhido, o material é encaminhado aos dois locais, separado e dividido entre os catadores para revenda à indústria, que reutiliza os materiais para confecção de novos artigos.

O trabalho de arrecadação seguirá até o final da FIFA Fan Fest. Lá, foi instalado uma Central de Triagem de Materiais Recicláveis onde os objetos são guardados até a recolhida pelos caminhões. Os catadores trabalham uniformizados, com Equipamentos de Proteção Individual (EPI), e recebem diárias e alimentação durante os plantões de coleta.

Para a Maria da Conceição, catadora da Cooperativa dos Catadores de Materiais Reciclados, essa parceria foi uma vitória, beneficiando os trabalhadores de ruas e dos galpões. “Para nós isso é inclusão social e produtiva de catadores. É o reconhecimento do nosso trabalho, que muitas vezes não é valorizado”, disse.

Conceição informou que no dia a dia ela conta com o apoio e conscientização da população para aderir às campanhas de reciclagem. “Muitas pessoas não fazem a separação do lixo e dão o descarte indevido. Se pudessem nos ajudar com isso, certamente nós teríamos um trabalho maior e conseguiríamos arrecadar mais dinheiro com as vendas”, afirmou.

Maria da Conceição consegue apurar cerca de R$ 200,00 a cada 15 dias de trabalho de coleta ‘porta em porta’. “Isso não nos dá condições de ter uma vida tranqüila. Por isso que estamos muito felizes com essa parceria, pois conseguiremos um dinheiro extra nesses dois meses”.

Ao todo, cerca de 50 catadores estão envolvidos com a limpeza da área da FIFA Fan Fest. O trabalho não envolve apenas o recolhimento e a classificação do lixo, mas também um estudo do volume produzido pelo público. Além da relevância ambiental, o trabalho desenvolvido pelos catadores também possui um caráter social, já que as pessoas estão podendo ampliar a renda familiar com a venda do material reciclável coletado.

Compartilhar:
    Publicidade