Cauã diz que minissérie foi um de seus trabalhos “mais prazerosos”

"Hoje é o último episódio de 'Amores Roubados', um dos meus trabalhos mais prazerosos e gratificantes"

Par romântico da minissérie deu o que falar na vida real. Foto: Divulgação
Par romântico da minissérie deu o que falar na vida real. Foto: Divulgação

A poucas horas do fim de “Amores Roubados”, cujo último capítulo será exibido nesta sexta-feira (17), Cauã Reymond usou seu perfil no Facebook para falar sobre a minissérie e a definiu como um dos trabalhos “mais prazerosos e gratificantes” que já fez.

O ator, que na trama é o sedutor Leandro e se envolve com três mulheres diferentes, ainda mencionou a equipe técnica da série e seus colegas de elenco, dedicando a eles “carinho e admiração”.

“Hoje é o último episódio de ‘Amores Roubados’, um dos meus trabalhos mais prazerosos e gratificantes”, escreveu o ator. “Feliz por ter feito parte de uma equipe de talentos tão imensos: nosso diretor José Luiz Villamarin, o autor George Moura, o deus da fotografia Walter Carvalho e um elenco sensacional: Dira, Isis, Patricia, Murilo, Cássia, Irandhir, Jesuíta, Osmar… A todos eles, o meu carinho e admiração”.

 

Capítulo final registrou 25 pontos de audiência

O capítulo final da minissérie “Amores Roubados”, que foi ao ar na noite desta sexta-feira (17), teve prévia de 25 pontos do Ibope, com 49% de participação do share, informou a assessoria de imprensa da Rede Globo. Cada ponto equivale a 62 mil residências.

Neste último capítulo de “Amores Roubados”, Jaime (Murilo Benício) morreu caindo de um penhasco ao descobrir que Antônia (Ísis Valverde) estava grávida de Leandro (Cauã Reymand), e Isabel (Patrícia Pillar) foi internada em clínica psiquiátrica.

Conforme o autor George Moura já havia sugerido, Leandro teve um “renascimento” na forma de seu filho, que aparece nas cenas finais da minissérie junto da mãe.

 

Fonte: BOL

Compartilhar: