CBTU lança edital para Projeto de Recuperação dos Trens Urbanos de Natal

Implantação do Veículo leve sobre trilhos (VLT) vai modernizar sistema atual e interligará Natal, Parnamirim, Extremoz e Ceará Mirim.

Audiencia-publica-sobre-VLT----Joao-maria-Cavalcante-JA

Carolina Souza

acw.souza@gmail.com

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) lançou no Diário Oficial da União o edital para o Projeto de Recuperação do Sistema de Trens Urbanos de Natal, que pretende modernizar e resolver parte do problema de mobilidade urbana da Região Metropolitana de Natal. O Governo Federal destinará pouco mais de R$ 7,3 milhões de reais para a elaboração do projeto. A abertura da licitação, que prevê a participação de empresas e consórcios, acontecerá no dia 30 de julho. Vencerá quem apresentar o maior desconto de acordo com a proposta orçamentária estimada pelo Governo.

Conforme especificação do edital, o vencedor terá até 270 dias para entregar o projeto. Concluída essa etapa, a CBTU realizará a licitação para as obras. Apesar da garantia de que o projeto é o ‘início de um sonho a ser realizado’, a Superintendência de Trens Urbanos de Natal lamentou a burocracia do sistema.

“Modernizar o sistema de trens em Natal e na região metropolitana é um sonho antigo nosso. Solicitamos à direção central que fossem lançados os editais do projeto e da execução da obra de uma única vez, para acelerar o processo. Mas eles entenderam que é preciso realizar um e depois o outro. Infelizmente temos que lhe dar com a burocracia, mas estamos muito felizes em saber que nosso sonho está saindo do papel”, destacou João Maria Cavalcanti, superintendente da CBTU em Natal.

“Nós ficamos muito felizes em saber que os consórcios poderão participar da licitação, dando assim a oportunidade para que as empresas do Nordeste possam participar do processo”, frisou. O projeto de recuperação do sistema de trens prevê estudos sobre diversas áreas da cidade e rotas a serem traçadas pelos Veículos Leves sobre Trilho (VLT), que irão incorporar o novo sistema da CBTU.

A fabricação dos VLTs já está em andamento devido ao investimento de R$ 154 milhões do PAC Equipamentos, para a modernização do sistema de trens urbanos de Natal, o que permitiu a aquisição de 12 composições de VLT e duas locomotivas. Uma locomotiva já está sendo testada no pátio da CBTU em Natal e dois Veículos Leves sobre Trilho deverão chegar à capital potiguar nos próximos meses.

Segundo João Maria, a montadora responsável pela construção dos veículos, Bom Sinal, está com um atraso de trinta dias com relação à entrega dos primeiros VLTs. A justificativa apresentada à superintendência de Natal foi de que a empresa fornecedora dos pneus atrasou a entrega dos equipamentos. “Apesar disso, estamos aguardando a chegados dos dois primeiros veículos no próximo mês”, disse.

Além desse investimento para aquisição de VLT, o Governo Federal disponibilizou R$ 311,65 milhões, através do PAC 2 Mobilidade, para a modernização da estrutura, que engloba a via permanente e as estações.

No início desta semana a deputada federal Fátima Bezerra participou de uma audiência com o secretário de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades, Júlio Eduardo dos Santos, para tratar do andamento da obra do Veículo leve sobre trilhos (VLT) para Natal e Região.

“A reunião foi muito proveitosa. Finalmente foi dado o passo mais decisivo para a concretização do VLT. A CBTU Nacional lançou o edital para o Projeto de Recuperação do Sistema e, após essa etapa, será iniciada a obra”, declarou Fátima.

“Natal e Região Metropolitana possuem uma alta densidade populacional e uma malha viária saturada. A população que usa diariamente o que chamamos carinhosamente de ‘trem do grude’ precisa de um transporte mais moderno. O VLT, integrado com outros meios de transporte, é o caminho para solucionar o problema de trânsito da cidade e da região”, argumentou a deputada.

O Projeto

O VLT é um veículo moderno, climatizado, acessível aos portadores de necessidades especiais, com portas automáticas, piso antiderrapante, e painéis eletrônicos de informações. O novo sistema modernizará o sistema atual contemplando a operação com 3 linhas interligando os municípios de Natal, Parnamirim, Extremoz e Ceará-Mirim.

Serão criadas novas e modernas estações estrategicamente localizadas para facilitar a integração física com outros modais de transporte. O usuário do VLT vai usufruir de um transporte rápido, sem engarrafamentos, conforto e segurança. O entorno de cada estação será urbanizado. Serão projetados bicicletários, ciclovias, passeio de pedestres e equipamentos urbanos. Tudo dentro das Normas de Acessibilidade. O projeto contempla ainda: controle de acesso eletrônico, sistema de informação e automatização de tráfego, para dar maior segurança e conforto ao usuário.

Compartilhar: