Ceia natalina está 0,39% mais barata em Natal, aponta pesquisa do Procon

Diferença de preços entre estabelecimentos chega a variar 220%

Em pesquisa realizada pelo Procon RN, alguns produtos estão mais baratos que no ano passado. Foto:Divulgação
Em pesquisa realizada pelo Procon RN, alguns produtos estão mais baratos que no ano passado. Foto:Divulgação

O Procon Natal, no intuito de orientar os consumidores nas compras para as festas de fim de ano, realizou pesquisa de produtos natalinos. O resultado constatou que panetones, queijos do reino, carnes e bebidas estão, em média, 0,39% mais baratos este ano em relação ao mesmo período do ano passado.

Dos itens pesquisados, 51% estão mais caros e 49% estão mais baratos em relação ao ano passado. As carnes diminuíram 0,43%, bebidas, 1,84%, panetones aumentaram 8,63% e queijos do reino, 17,38%.

A pesquisa incluiu cinquenta e seis (56) itens referentes a produtos natalinos (queijos do reino, panettones, frango, chester, fiesta, peru, pernil de porco, lombo de porco e bebidas, como, sidra, champagne, prosecco, vinho branco, vinho tinto e uísque) e foi realizada em dez (10) supermercados e hipermercados de Natal no dia 18/12/13 (quinta-feira).

Os queijos apresentaram aumento em relação ao ano passado (subiram 17,38%, em média). O destaque foi  o queijo do reino Regina e o queijo do reino Borboleta que tiveram aumento de 36,28% e 95,75 %, respectivamente.

Os panetones também aumentaram de preço em relação ao ano passado (subiram 8,63%, em média). O Panetone Da Casa puxou a alta com aumento de 66,8%.

Com relação aos vinhos, o Procon Natal incluiu na pesquisa apenas os vinhos nacionais mais populares, brancos e tintos. Também foram incluídos espumantes, uísques nacionais e alguns proseccos – os mais comuns. As maiores variações foram detectadas no Vinho tinto Catafest, 750 ml (está 49% mais barato), Vinho branco Catafesta 750 ml (a exemplo do tinto, está 49% mais barato) e Vinho tinto Galiotto (seco/suave) (está 52 % mais caro).

Dos itens pesquisados pelo PROCON NATAL, o vinho tinto foi a categoria que registrou o menor índice de aumento (comparando-se os preços médios) em relação ao ano passado (diminui 0,17%).

Menores Preços

Os estabelecimentos com menor somatório de preços dos produtos pesquisados foram: Nordestão Zona Norte, Extra da Roberto Freire e Favorito da Roberto Freire, com os respectivos valores: R$ 404,63, R$ 540,52 e R$ 572,45.

O Procon Natal destaca a grande diferença de preços entre os estabelecimentos, que chegam até a 220%, o que sugere que o consumidor deve pesquisar antes de comprar.

O pernil de porco congelado Da Casa, por exemplo, pode custar de R$ 9,95/kg a R$ 31,90/kg (diferença de 220%). O lombo de porco congelado Sadia custa entre R$ 17,98 e R$ 26,99/kg (diferença de 50,11%).

Fonte:Assessoria

Compartilhar: