Celulares com 3G devem superar o 2G até julho, diz presidente da Anatel

País tinha em março 105,4 milhões de aparelhos com acesso ao 3G. Rezende diz que operadoras precisam investir em rede de dados

CELULAR

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, disse que os celulares com banda larga móvel de terceira geração (3G) devem ultrapassar os de segunda geração (2G) no Brasil entre junho e julho deste ano.

De acordo com o mais recente balanço divulgado pela agência, entre janeiro e março o número de aparelhos 3G no país passou de 97,8 milhões para 105,4 milhões. Já os terminais 2G estão caindo: eram 157,5 milhões em janeiro e, em março, 150,4 milhões.

“Existe um desejo do cidadão em acessar internet pelo serviço móvel, e temos que ampliar rapidamente a infraestrutura de rede para suportar o crescimento do tráfego de terceira geração”, disse Rezende, durante audiência pública na Câmara. O 3G permite uma velocidade maior de transmissão de dados, comparado ao 2G.

Hoje o país já possui celulares que permitem acesso ao serviço de banda larga móvel de quarta geração (4G). De acordo com levantamento da Anatel, em março eram 2 milhões desses aparelhos.

Auditorias feitas pela Anatel a partir de 2012 têm mostrado que a qualidade do acesso à internet é o principal problema da telefonia móvel no Brasil.

 

Fonte: G1

Compartilhar:
    Publicidade