Centro de Reabilitação Infantil ganha ônibus feito para transportar pacientes‏

O ônibus oferece 18 lugares, sendo seis para cadeirantes, e dispõe ainda de três espaços para o transporte de cão-guia

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Nesta quinta-feira (8), às 9h, o Centro de Reabilitação Infantil e Adulto (CRI/CRA) recebe, da governadora Rosalba Ciarlini e do Secretário de Estado da Saúde Pública, Luiz Roberto Fonseca, um micro-ônibus especial totalmente adaptado e equipado para o transporte de pacientes. O Centro fica na Avenida Alexandrino de Alencar, 1900 – Tirol.

O ônibus oferece 18 lugares, sendo seis para cadeirantes, e dispõe ainda de três espaços para o transporte de cão-guia. O veículo foi viabilizado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) junto ao Ministério da Saúde, num investimento de R$ 238 mil; já está emplacado e pronto para entrar em funcionamento.

O micro-ônibus é todo climatizado e automático, com poltronas reclináveis, som, lâmpadas de LED e plataforma elevatória para embarque e desembarque de passageiros. Possui seguro total, inclusive para os pacientes e, para conduzi-lo, a Sesap irá disponibilizar um motorista capacitado em urgências e emergências.

O veículo irá fazer o deslocamento dos pacientes que moram em Natal para o CRI/CRA de forma mais rápida e cômoda. “Vamos conseguir trazer quem não tinha acesso ao Centro para fazer o tratamento. Além disso, estamos nos organizando para que, em horários estratégicos, o veículo também possa servir como uma espécie de circular e passe em pontos de ônibus próximos ao CRI, facilitando a vida de quem procura a unidade”, comentou Marilene Soares, diretora geral do CRI/CRA.

Centro de Reabilitação Infantil e Adulto é referência no estado

O Centro de Reabilitação Infantil e Adulto – CRI/CRA é referência em reabilitação no Rio Grande do Norte, sendo o único órgão estadual a oferecer esse serviço público à população. Em maio de 2013, o CRI/CRA foi habilitado como Centro Especializado em Reabilitação – CER III, possuindo competência para atender pessoas com deficiências física, auditiva, intelectual, bem como as que possuem múltiplas deficiências, além de pessoas ostomizadas.

A Unidade realizou em 2013, um total de 25.219 atendimentos, sendo 3.354 por profissionais médicos e 21.865 por profissionais não médicos, como fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais. Além disso, entregou mais de 2.000 produtos de órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção e concedeu mais de 90 mil equipamentos coletores e adjuvantes de proteção e segurança para pessoas ostomizadas.

Compartilhar: