Centro Esportivo do bairro de Santos Reis está fechado por falta de manutenção

Situação da quadra e do campo de futebol impossibilita qualquer tipo de atividade esportiva no local

Além dos buracos, falta grama na maior parte do campo. Traves e redes também já não existem mais. Na quadra, pedras marcam o ‘gol’. Foto: Wellington Rocha
Além dos buracos, falta grama na maior parte do campo. Traves e redes também já não existem mais. Na quadra, pedras marcam o ‘gol’. Foto: Wellington Rocha

A falta de manutenção por parte da Prefeitura de Natal fez com que o bairro de Santos Reis, na zona Leste de Natal, perdesse o seu único centro esportivo, que era utilizado não só pelos moradores da localidade, mas de vários bairros da região.

Localizado perto da Ponte Newton Navarro, o Centro está em situação precária, o que obrigou os administradores do local, que são todos residentes de Santos Reis, a proibir qualquer tipo de evento, tanto no campo como na quadra.

“Desde dezembro do ano passado que o Centro Esportivo está fechado. Em 2012 o Centro passou para a administração do município e desde então sempre existiram promessas de reformar, mas até agora o máximo que nos mandaram foi uma pequena parte de grama. Desde que foi inaugurado, quem toma conta do Centro somos nós, os moradores. Só queremos uma ajuda da prefeitura, a mão de obra pode deixar conosco”, reclamou Juarez Valentim, aposentado e que é um dos administradores do local há quatro anos.

Além dos diversos buracos e de falta de grama na maior parte, o campo ainda está sem uma das traves, que está quebrada. A outra, apesar de ainda se manter em pé, apresenta vários pontos de ferrugem.

A situação da quadra também não é diferente. Traves, tabelas e redes já não existem há algum tempo. Algumas pedras eram utilizadas para o “gol” em partidas entre amigos, mas os buracos, que ocupam a maior parte do piso, acabaram prejudicando qualquer tipo de atividade.

Com a falta de condição do Centro de receber eventos, treinos de equipes que participam de competições amadoras, tanto no futebol feminino como masculino, não podem mais ser realizados.

“O pessoal ficou sem ter onde treinar. Acabam tendo que ir para outros bairros, o que já dificulta ainda mais, pois gera um gasto maior de transporte”, frisou Juarez, que ainda se mostrou preocupado com a realização do campeonato do bairro, que já é tradicional na região e uma boa oportunidade para tirar os jovens da marginalidade.

“Os jovens gostam de se envolver com os campeonatos. Isso faz bem para eles. Iríamos ter um campeonato em março, mas pela situação atual do Centro eu não acredito que vai ser possível a realização da competição, o que é realmente uma pena, pois era uma dos principais eventos do bairro”, lamentou Juarez.

 

Sem previsão para reforma

Em contato com a reportagem d’Ò Jornal de Hoje, o secretário adjunto de Esportes de Natal, Carlos Eduardo, não soube precisar uma data exata para o início das reformas no local, mas confirmou que estão previstas para o decorrer deste ano. “Nós temos os projetos para a reforma do local. Mas realmente eu não tenho como passar uma data exata. Só posso adiantar que deve ocorrer ainda este ano”, destacou Carlos, afirmando que o responsável pelos projetos está viajando e deve retornar nesta terça (4).

Compartilhar: