‘Chame uma ambulância’, disse Nadal ao tio e técnico após vencer Roland Garros

Espanhol jogou com cãimbras por mais de uma hora durante a final contra Djokovic

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

“Chame uma ambulância”. Foi esta a primeira frase que o espanhol Rafael Nadal disse ao seu tio e técnico, Toni Nadal, tão logo bateu derrotou o sérvio Novak Djokovic e conquistou seu nono título em Roland Garros.

O pedido foi feito no box onde o número 1 do mundo subiu para cumprimentar sua equipe minutos após o fim do jogo, que se estendeu por quatro sets e teve duração de 3h31m.

“Rafa sentia cãimbras desde o terceiro set e me pediu que eu chamasse uma ambulância”, contou Toni a respeito da conversa que teve ao pé do ouvido com o sobrinho, em uma cena captada pelas imagens de TV do mundo todo.

“Depois ele se consultou com um médico e sentiu-se melhor. Jogar mais de uma hora com cãimbras te faz ser cuidadodo o tempo todo. Ele (Rafa) sabia que se não ganhasse o quarto set, dificilmente venceria o quinto. Estava muito complicado”, completou o técnico.

Nadal admitiu que a final de domingo contra Djokovic foi a mais difícil entre todas as nove que disputou e venceu em Roland Garros.

“Me senti muito cansado em alguns momentos. Eu estava realmente muito mal, no meu limite físico. Mas, seja lá por qual motivo, talvez a possibilidade e a motivação de ganhar, segui na quadra, soube sofrer e encontrar alguma solução”, festejou o número 1 do mundo.

Fonte: IG

Compartilhar:
    Publicidade