Chapa da coalizão

Especialistas da política do Rio Grande do Norte consideram importante nesse momento uma união de forças político-partidárias para tirar o…

Especialistas da política do Rio Grande do Norte consideram importante nesse momento uma união de forças político-partidárias para tirar o Estado da situação de dificuldade em que se encontra. A ocasião é oportuna porque se acabou o radicalismo vivenciado nos anos 60 que trouxe tantos prejuízos para o desenvolvimento do Estado. Os líderes partidários evoluíram e atualmente têm outra visão de presente e de futuro.

Seria uma espécie de coalizão de forças entre o PMDB de Henrique Eduardo e Garibaldi Filho, PSB de Wilma de Faria e Sandra Rosado, PT de Fátima Bezerra e Fernando Mineiro, PR de João Maia e Jaime Calado, PSDB de Rogério Marinho e Valério Marinho, PDT de Carlos Eduardo, Agnelo Alves e Maurício Marques, PSD de Robinson Faria, PROS de Ricardo Motta, PMN de Antonio Jácome e DEM da governadora Rosalba Ciarlini e José Agripino. Além de partidos menores, mas de fundamental importância nesse momento de crises e incertezas.

Quem acena com a possibilidade de um entendimento nessa dimensão é o deputado Henrique Eduardo respaldado pelo ministro Garibaldi Filho, senador de 1 milhão de votos, portanto, com legitimidade popular para ajudar na construção e efetivação deste entendimento.

Entretanto, para que isso ocorra é necessário, primeiramente deixar vaidades de lado e engajar-se, todos, num trabalho de convencimento. Henrique Eduardo tem não só acenado nesse sentido, mas praticado esse entendimento e essa união objetivando agregar forças para enfrentar o desafio.

O presidente da Câmara Federal está tendo a compreensão do momento histórico que se vive e já tem conquistado o apoio de vários líderes partidários, inclusive, tendo o desprendimento de colocar o coletivo acima de ambições pessoais.

 

PSDB poderá ser o próximo

O PSDB deverá ser o próximo partido a declarar apoio ao PMDB, independentemente de quem venha a ser o candidato a governador. Recentemente, o presidente da legenda, Rogério Marinho (foto) foi à cidade de Porto do Mangue ao lado do deputado Henrique Eduardo Alves visitar o primeiro Terminal Marítimo Privado do Rio Grande do Norte. Na oportunidade, Henrique atribuiu a Rogério, a viabilização do projeto que proporcionará emprego e renda para os norte-rio-grandenses e desenvolvimento para o Estado. Muita conversa política, também.

Assassinato de reputações

O programa Roda Viva da TV Cultura entrevista o ex-secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior nesta segunda-feira a partir das 22 horas. O ex-deputado falará sobre o seu livro recentemente lançado, campeão de vendas, “Assassinato de Reputações”. Faz acusações ao governo Lula de usar órgãos de segurança para conquistar objetivos políticos.

Constatação

A revista Veja publicou que o Palácio do Planalto gastou 50 mil reais com papel higiênico. Bem que poderia ser substituído por água para limpar em vez de espalhar.

Vergonha

O futebol está contaminado com corrupção e sonegação de imposto. O caso do pai de Neimar é emblemático e pode prejudicar a trajetória do melhor craque do Brasil na atualidade. E continuam dizendo que só existe falcatrua na política, inclusive cometendo a injustiça da generalização.

 

t A governadora Rosalba Ciarlini destinou o final de semana para prestigiar festas religiosas. Neste último domingo participou de missa e procissão em Candelária. Na oportunidade houve uma programação sócio-religiosa, apresentações culturais e atividades esportivas e infantis.

t Álvaro Dias recebeu líderes políticos na sua casa de praia em Tabatinga no final de semana. Muita conversa política entre Henrique Eduardo, Garibaldi Filho, Wilma de Faria, Carlos Eduardo, Wober Júnior e o vereador Lobão de Caicó, entre outros. Muita pressão para Henrique Eduardo aceitar o desafio de disputar o Governo do Estado.

t No encontro, ficou evidenciado que a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria só aceita ser a senadora do PMDB se for um Alves na chapa como candidato a governador. Caso contrário, a guerreira será candidata à governadora.

t A Câmara Municipal de Natal inicia amanhã à tarde o período extraordinário para discussão e votação de matérias do Poder Executivo. Na pauta o aumento do funcionalismo, a reforma administrativa e um pedido de empréstimo para construção da sede do legislativo e do centro administrativo.

t O jornalista Públio José poderá ser o nome do PDT para uma suplência de senador. Agrega voto do segmento evangélico.

t Para refletir: “Política é como a esfinge da fábula: devora todos que lhe não decifram os enigmas” (Antoine Rivarol)

Compartilhar:
    Publicidade