Chelsea abre os cofres e anuncia contratação de Diego Costa

Clube inglês desembolsou 32 milhões de libras (cerca de R$ 122 milhões) e pagou a multa rescisória do atacante junto ao Atlético de Madrid

Atacante hispano-brasileiro trabalhará com José Mourinho na próxima temporada. Foto: Divulgação
Atacante hispano-brasileiro trabalhará com José Mourinho na próxima temporada. Foto: Divulgação

Acabou a novela. Diego Costa vestirá o azul do Chelsea a partir da próxima temporada. Após meses de conversas, ofertas e, principalmente, especulações, o clube inglês acertou a contratação do atacante hispano-brasileiro. Ele deixa o Atlético de Madrid como campeão espanhol, vice europeu e com o status de ídolo, tornando-se, agora, o segundo grande reforço confirmado pelo time de Stamford Bridge para a próxima temporada. O primeiro deles foi o meia Cesc Fàbregas.

Para levar o jogador, um dos melhores da última temporada do futebol europeu, o Chelsea teve que pagar a sua cláusula de rescisão contratual, orçada em 32 milhões de libras (cerca de R$ 122 milhões). A quantia, porém, não deve causar problemas à folha londrina, já que a equipe acertou a venda de David Luiz ao Paris Saint-Germain por aproximadamente R$ 186 milhões.

Diego Costa chega ao Chelsea para ser titular e uma das estrelas comandadas por José Mourinho. O jogador era declaradamente um dos sonhos de consumo do português, que admitiu insatisfação com os atacantes que tinha à disposição durante toda a última temporada. Samuel Eto’o, Fernando Torres e Demba Ba definitivamente não caíram nas graças do treinador.

Algo que deve acontecer com Diego Costa. Brigador, o hispano-brasileiro tem o estilo que agrada a Mourinho e teva alguns dos melhores números da última temporada no futebol europeu. Anotou 27 gols em 34 jogos no Campeonato Espanhol e balançou as redes oito vezes em nove jogos na Liga dos Campeões da Europa. Foi campeão do primeiro torneio e vice do segundo.

O atleta de 25 anos ainda disputou a Copa do Mundo com a seleção espanhola, mas jogou muito mal e não foi capaz de evitar o vexame da eliminação ainda antes da fase de mata-mata. Há de se considerar, entretanto, que ele chegou ao torneio batalhando contra lesões que o atormentaram durante os últimos jogos do Atlético de Madrid na temporada.

O clube espanhol, aliás, terá a partir de agora os cofres cheios para manter a base do elenco que chocou o planeta em 2013/14 e buscar reforços pontuais. O alvo deve ser o espanhol Álvaro Negredo, do Manchester City. O jogador é um dos menos cotados no clube inglês, e descansa na ilha de Ibiza à espera de uma definição sobre o seu futuro.

Além de Negredo, a diretoria do Atlético de Madrid também está de olho na liberação do atacante Romelu Lukaku. O belga pertence ao Chelsea e jogou na temporada passada emprestado do Everton.

Compartilhar:
    Publicidade