China envia imagens de satélite que podem ser de avião que está desaparecido

A Administração Científica do Estado da China revelou imagens de objetos flutuando no mar que podem ser escombros do avião da Malysia Airlines

Foto:Divulgação
Foto:Divulgação

A Administração Científica do Estado da China revelou imagens de objetos flutuando no mar que podem ser escombros do avião da Malysia Airlines, desaparecido há 5 dias, em local próximo da rota original do MH370, entre a Malásia e o Vietnã. Segundo informações do jornal The Telegraph, uma agência do governo chinês teria revelado, nesta quarta-feira.

Se a descoberta for confirmada como sendo verdadeira – e pode levar algum tempo antes que isso seja feito -, significará que a maior parte dos recursos alocados para procurar MH370 tem sido dirigida no lugar errado.

O voo MH370 saiu de Kuala Lumpur às 0h41 locais (13h41 de Brasília da sexta-feira) e tinha previsão de chegada em Pequim cerca de seis horas mais tarde, mas desapareceu do radar uma hora depois da decolagem.

Uma frota internacional de 42 embarcações e 35 aviões cobrem uma superfície de 500 mil milhas náuticas quadradas (1,71 milhões de quilômetros quadrados) nas buscas. A operação, da qual participam Austrália, China, Estados Unidos, Filipinas, Índia, Indonésia, Malásia, Nova Zelândia, Cingapura, Tailândia e Vietnã, também não recolheu nenhum sinal dos aparelhos eletrônicos do avião que deveriam emitir um aviso em caso de perigo ou acidente.

​Na aeronave viajavam 239 pessoas, 227 passageiros, entre eles duas crianças, e uma tripulação de 12 malaios.

Fonte:Terra

 

Compartilhar: