Churrasco da Espanha após derrota de 5 a 1 causa momento de mal-estar

A Espanha precisa de uma vitória sobre os chilenos na próxima quarta

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Vivendo dias conturbados após a derrota por 5 a 1 para a Holanda na estreia da Copa do Mundo, em Salvador, a seleção espanhola tentou devolver a alegria à concentração do time no CT do Caju, em Curitiba, com um churrasco entre os jogadores na noite do último domingo. Porém, o ato de confraternização não foi bem visto por alguns setores da imprensa do país, e houve um momento de mal-estar nesta segunda-feira durante a entrevista dos atletas Pedro e Juan Mata.

Uma pergunta sobre o motivo da celebração após levar uma goleada, questionando também sobre a presença do presidente da federação espanhola, Ángel María Villar, não agradou aos jogadores. Pedro e Mata se entreolharam com cara de poucos amigos, e após alguns segundos de silêncio, o meia do Manchester United respondeu de forma seca.

“Não se trata de contar o que um ou outro disse. O importante é a ideia e a confiança que existem neste grupo, sabemos que podemos ganhar, classificar, não estamos mortos. Temos vontade de mostrar que seguimos sendo o mesmo time, com a mesma mentalidade, e rendendo no campo como sempre fizemos nestes anos todos”, disse Mata.

O discurso após o desastre contra a Holanda sempre foi afinado entre os jogadores: o momento agora é de se unir, levantar a cabeça e dar a volta por cima. As imagens do churrasco foram divulgadas pela federação espanhola em seu site e mostraram os jogadores alegres e relaxados, reforçando a mensagem de otimismo para a partida decisiva contra o Chile, na próxima quarta-feira.

“Sinto-me mais orgulhoso que nunca em pertencer a essa geração”, afirmou Mata. “Nos bons e maus momentos, nós ficamos unidos, acreditando em nossas ideias e no nosso futebol. Esse grupo é como uma família, e nos momentos difíceis damos a cara, mostrando o caminho para os mais novos. Isso é fundamental, e essa sensação de família é o que fez com que essa seleção tenha sido tão bem-sucedida”.

A Espanha precisa de uma vitória sobre os chilenos na próxima quarta, no Maracanã, às 16h, para manter chances palpáveis de avançar às oitavas de final da Copa. O técnico Vicente del Bosque deve fazer mexidas no time titular, mas não deu indicações claras de quais serão elas. No mesmo dia, às 13h, em Porto Alegre, a Holanda enfrenta a Austrália e pode deixar a classificação bem encaminhada no Grupo B.

Fonte: Terra

Compartilhar: