Chuva de Bala no País de Mossoró acontece de 12 a 29 de junho

Neste ano de Copa do Mundo, a expectativa é que 1,5 milhão de pessoas passem por Mossoró em junho

achuva-de-balas

Contagem regressiva para ‘Chuva de Bala no País de Mossoró’, o maior e mais importante espetáculo teatral do São João do Nordeste. A direção será de João Marcelino, com a participação de mais de 70 pessoas dos diversos grupos artísticos da cidade. Como em todos os anos, o Chuva acontecerá de 12 a 29 de junho, sempre de quinta-feira a domingo.

Embora a organização tenha perdido um tempo precioso por causa das eleições suplementares de Mossoró, a secretaria de Cultura garante que o espetáculo não sofrerá nenhum prejuízo. Aproveitando a experiência das equipes que vêm trabalhando em sua montagem há pelo menos 11 edições, a garantia é de que 2014 seja mais um ano de muitas surpresas.

O Chuva de Bala no País de Mossoró conta a história da resistência do povo de Mossoró ao bando de Lampião, que tentou invadir a cidade no ano de 1927. Encenado no adro da igreja de São Vicente, palco da batalha real, a reprodução desse fato histórico é um diferencial do Mossoró Cidade Junina e, todos os anos, atrai milhares de espectadores de várias partes do Brasil.

Neste ano de Copa do Mundo, a expectativa é que 1,5 milhão de pessoas passem por Mossoró em junho, incluindo estrangeiros torcedores das várias seleções que jogarão entre Natal e Fortaleza. Mexicanos, gregos, uruguaios, alemães e americanos são alguns dos turistas aguardados. Eles são parte do público que virá ver os jogos de suas seleções nas cidades sedes e serão atraídos para o maior arraiá do Brasil.

Compartilhar: