Chuvas provocam alagamentos, queda de muro e deslizamento na capital potiguar

Previsão da Emparn é de chuvas durante o final de semana em natal e litoral do RN

Desabamento-de-casa-na-Comunidade-do-Jaco--JA--(6)

As fortes chuvas que atingiram Natal desde ontem provocaram uma série de transtornos para moradores e motoristas nesta quinta-feira (29), com diversos pontos de alagamentos em toda a cidade e registros de desabamentos e um princípio de deslizamento na zona Leste. Pela manhã, a Defesa Civil do Município atendeu oito ocorrências, sendo sete na zona Norte, onde se abriu uma cratera no meio da Avenida Maranguape, prejudicando ainda mais o trânsito no local. Nas Rocas, a água invadiu o Hospital dos Pescadores, interrompendo os atendimentos na unidade de saúde. De acordo com a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado (Emparn), a previsão é que continue chovendo até domingo.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Eugênio Soares, apesar do grande volume de chuvas registrado nas últimas 24h, a ocorrência mais grave ocorreu na comunidade do Jacó, no bairro de Petrópolis, onde uma casa foi interditada após ter a estrutura comprometida durante um princípio de deslizamento e os destroços terem atingido uma residência próxima. A família que residia no imóvel foi removida para casa de parentes e o órgão deve ser vistoriado novamente nesta tarde.

Ele disse também que os alagamentos atingiram importantes pontos de tráfego da cidade, como o entorno do Arena das Dunas, as avenidas Jaguarari, Jerônimo Câmara, Bernardo Vieira, Coronel Estevam e Salgado Filho. O cruzamento da Afonso Pena e Potengi também ficou inundado e a água alcançou a altura do joelho das pessoas que tentaram passar pelo trecho. Parte da área destinada ao estacionamento do Centro Administrativo também foi alagada.

“O alagamento atingiu as comunidades de Nova República, Novo Horizonte, Redinha e Parque Floresta também, deixando os moradores ilhados. Na Avenida Maranguape, a água abriu uma cratera no meio da via e tivemos que acionar a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) para orientar os motoristas. Apesar das chuvas, as bombas hidráulicas instaladas nas lagoas de captação estão funcionando normalmente, o que deve ajudar a diminuir o problema dos alagamentos”, afirmou Eugênio.

No bairro das Rocas, o Hospital dos Pescadores teve que suspender os atendimentos na manhã de hoje após ter sido invadido pela enchente durante a madrugada, quando o nível da água alcançou a altura dos joelhos. Por volta das 10h, os próprios servidores da unidade usaram baldes e rodos para limpar o prédio, que, apesar das chuvas, estava com o abastecimento de água interrompido. “Ninguém conseguiu entrar nem sair por causa da chuva”, disse o técnico de enfermagem Eudes Formiga.

Por volta das 9h, a família de José Antônio de Lima foi surpreendida por destroços da casa que teve a estrutura comprometida na comunidade do Jacó, em Petrópolis. Ele disse que o quintal e a cozinha da residência foram atingidas, mas como não houve danos estruturais, o imóvel não foi interditado pela Defesa Civil. “Só estávamos eu, minha esposa e a bebê, mas felizmente ninguém ficou ferido. Mas a nossa cozinha, ficou só na poeira”, desabafou.

Chuva---Largo-do-Atheneu-alagado-JA-(14)

Chuvas devem ocorrer até domingo

Os natalenses devem ficar atentos até o próximo domingo, quando as chuvas devem diminuir no litoral e na capital potiguar, conforme o meteorologista da Emparn, Gilmar Bistrot. “Deve continuar chovendo nos próximos dias, sem tanta intensidade, mas só vai parar mesmo no final de semana. A partir daí, a previsão é que as chuvas dêem uma trégua até a próxima quarta-feira, quando teremos uma nova avaliação do tempo”, explicou. Ele disse ainda que está chovendo em outras regiões do Rio Grande do Norte, como Mossoró.

Compartilhar: