Cidade chinesa proibirá enterro e idosos se matam antes de lei

Hábitos funerários no país são milenares, e mais velhos passam até dez anos construindo seus caixões

Desrespeito. Uma das idosas teve o seu caixão, que já estava pronto, destruído pela prefeitura. Foto: Diuvlgação
Desrespeito. Uma das idosas teve o seu caixão, que já estava pronto, destruído pela prefeitura. Foto: Diuvlgação

As mortes de seis idosos chineses foram aparentemente motivadas pelas novas regras que proíbem enterros com caixão, de acordo com o jornal local “Beijing News”. Segundo seus familiares, eles teriam se matado para conseguir ser sepultados. A partir de 1º de junho, o governo da cidade de Anqing, na província de Anhui, ordenou que todos os mortos devem ser cremados.

A China tem uma tradição milenar de culto aos ancestrais que determina aos parentes a responsabilidade de enterrar seus familiares e construir os túmulos. No entanto, nos últimos anos, as sepulturas têm sido demolidas em diversas partes da China como parte de uma campanha nacional de incentivo à cremação. O objetivo é tentar economizar os recursos terrestres, já limitados.

Diante da medida, funcionários do governo começaram neste mês a confiscar caixões, o que causou um impacto psicológico na população. O advogado chinês Zheng Daoli classificou as remoções dos caixões como ilegais, porque eles eram propriedade de seus donos.

Zheng Shifang, 83, se matou após as autoridades serrarem seu caixão na frente dela, enquanto a chinesa Wu Zhengde, 91, se enforcou depois de saber das novas regras, segundo a imprensa. Outros idosos beberam veneno.

Em Anqing, os moradores gastam até uma década preparando seus caixões. A notícia da proibição dos enterros só foi divulgada em abril, dois meses antes da nova regulamentação entrar em vigor. O governo local disse à imprensa que os suicídios não estavam ligadas à proibição do enterro e que as pessoas tinham desistido de seus caixões de forma voluntária.

Em outros lugares da China, as autoridades locais lançaram campanhas para diminuir as sepulturas, como forma de disponibilizar a terra para a agricultura.

Ritual funerário chinês

1 - A família notifica à comunidade da morte ao chorar. São colocados cartazes avisando da morte.

2 – Membros da família usam trajes brancos

- A família banha o corpo da pessoa morta

- São feitas ofertas de comidas e bens são transferidos para o morto (eles queimam bens)

5 – É preparada uma mesa ancestral no altar doméstico

6 – Um sacerdote é contratado para garantir que o espírito continue sua jornada

7 – É usada música para acompanhar o movimento do corpo e acalmar o espírito

8 – O corpo é colocado em um caixão sem contato com o ar

9 – O caixão é levado da comunidade em uma procissão para o cemitério que marca o fim do ritual e o começo do enterro.

Fonte: deathreference.com

Compartilhar: