Circo pega fogo

A Portuguesa acertou em cheio o calcanhar de Aquiles da CBF. A ameaça de acionar a Justiça comum está tirando…

A Portuguesa acertou em cheio o calcanhar de Aquiles da CBF. A ameaça de acionar a Justiça comum está tirando o sono do cartola maior do futebol brasileiro, José Maria Marin. Informações dão conta de que o ex-prefeito biônico está fazendo apelos à diretoria da Lusa para que não recorra à Justiça comum e nem incentive torcedores ou consumidores a fazê-lo caso o clube perca recurso que será julgado no próximo 27, ainda no âmbito da Justiça Desportiva. O temor é que o caso, parando nos tribunais civis, atrapalhe o campeonato do ano que vem e ganhe repercussões internacionais, inclusive por possível punição da Fifa, que está no Brasil há três anos e meio por conta da Copa do Mundo e conheceu de perto a desorganização da confederação. Mas o que mais incomoda Marin é o estrago que a ação judicial poderá causar nas eleições da CBF, atrapalhando a candidatura de Marco Polo Del Nero, seu candidato a sucessão. E o temor já virou realidade, pois o próprio Andrés Sanchez, pré-candidato a presidente, já disse que a falta de competência da CBF provocou o erro da Portuguesa, ou seja, o circo do futebol brasileiro começa a pegar fogo.

 

O culpado
O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, revelou que a notícia da transferência do técnico Cuca para o clube Shandong Luneng, do futebol chinês, vazou antes da semifinal do Mundial do Clubes e que o fato teria repercutido negativamente no grupo, que não viu a cor da bola contra o Raja Casablanca. O pior é que Kalil tem razão, pois esse tipo de atitude pode gerar um clima de “tô nem aí”, de descomprometimento com os demais. Se for verdade, Cuca errou feio.

Violência
A operação denominada ‘Cartão vermelho’, que envolveu cerca de 100 policiais civis de Santa Catarina, Rio de Janeiro e Paraná, e prendeu ontem 19 torcedores das torcidas do Atlético-PR e do Vasco, está mostrando que é possível combater a violência nos estádios. Basta um pouco de vontade política e cumprir o que determina o Estatuto do Torcedor.

Aposta caseira
A diretoria do Botafogo decidiu seguir o exemplo do Flamengo e investir num técnico caseiro, de baixo custo e que conhece o plantel e deficiências da equipe. Trata-se de Eduardo Hungaro, que dirigia a equipe sub-20 do clube e foi também auxiliar de Oswaldo de Oliveira.

Pureza
A prefeitura de Pureza promoveu a Copa Francisco de Assis de Lima e que distribuiu uma das maiores premiações já entregues na cidade. Foram R$ 7.500,00. A decisão do título aconteceu no estádio Reizão, no último final de semana, que contou com um grande público. Na categoria juvenil, a equipe campeã foi o América de Nova Descoberta, e no adulto, o Palmeiras, lá de Bebida Velha, ficou em primeiro.
 
Agora são 20
O número de contratações do ABC para a disputa do Estadual não para de subir. O clube começou a semana dizendo que já tinha 18 reforços e chegou na sexta-feira com mais dois contratados. Os nomes estão sendo mantidos em sigilo. Todos serão apresentados de uma vez só, cuja data deverá ser no dia 26 de dezembro. Portanto, falta pouco tempo para descobrirmos as joias preciosas do Mais Querido.
 
Voleibol
A etapa final do Campeonato Estadual de Voleibol acontece neste sábado, nos ginásios da AABB/Natal, e reunirá as equipes de melhor desempenho do Campeonato Metropolitano e do Super Interiorano. No adulto masculino os classificados foram UFRN, AABB/Natal, Relativa de Mossoró e Caicó. No feminino, os classificados foram: AABB/Natal, JVG, Afra Vôlei-CCT/AABB de Currais Novos e Ouro Branco.

Velhos craques
Craques que escreveram a história no futsal potiguar quando a modalidade ainda se chamava futebol de salão foram homenageados na noite de premiação dos melhores do ano, promovida pela Federação Norte-rio-grandense de Futsal. Agamenon, Sílvio e Dênis Lisboa receberam um agasalho e uma comenda da FNFS pelos serviços prestados ao esporte do RN. Juca também compareceu para prestigiar o evento realizado no Pax Clube, em Macaíba.

Compartilhar: