Cirurgia de Anderson é bem-sucedida e médico fala em 6 meses de afastamento

O ex-campeão dos médios do Ultimate sofreu essa grave lesão no segundo round

Anderson Silva grita de dor após fraturar a perna na luta contra Chris Weidman no UFC. Foto: Divulgação
Anderson Silva grita de dor após fraturar a perna na luta contra Chris Weidman no UFC. Foto: Divulgação

Cerca de três horas depois de ter dado entrada no hospital em Las Vegas, Anderson Silva terminou a cirurgia para reconstituição da tíbia fraturada durante a luta contra Chris Weidman, no UFC 168, no último sábado. Segundo o boletim médico, a operação foi bem-sucedida e o tempo de recuperação previsto é de até seis meses.

O UFC divulgou uma nota em que diz que Anderson não tomou nenhuma decisão sobre seu futuro e quer apenas privacidade para se recuperar em casa.

“Após o ocorrido na noite deste sábado no UFC 168, o ex-campeão Anderson Silva foi levado para um hospital local em Las Vegas, onde passou por uma cirurgia para reparar a perna esquerda quebrada. A operação, conduzida pelo dr. Steven Sanders, cirurgião ortopédico do UFC, foi bem-sucedida. Foi inserida uma haste intramedular na tíbia esquerda de Anderson. A fíbula quebrada foi estabilizada e não requer uma cirurgia separada. Anderson permanecerá um tempo curto no hospital, mas nenhuma operação adicional está prevista neste momento. O tempo de recuperação para essas lesões varia entre três e seis meses.”

“Anderson está profundamente tocado pelas manifestações de apoio dos fãs e de toda a comunidade do MMA. Não houve nenhuma decisão imediata sobre seu futuro, e ele pede, gentilmente, privacidade neste momento em que lida com sua lesão e se prepara para voltar para casa para se recuperar.”

O ex-campeão dos médios do Ultimate sofreu essa grave lesão no segundo round de sua revanche contra Chris Weidman, quando chutou com sua canela o joelho do adversário. Assim, o resultado final foi nocaute técnico para o norte-americano, que manteve o cinturão.

 

 

Fonte: Uol

Compartilhar: