CMN aprova reajuste para diretores de unidades de saúde

Foram aprovadas pautas referentes a remuneração dos diretores de unidades de saúde e criação de cargos e estruturas em diversas pastas

Fotos: Elpídio Júnior
Fotos: Elpídio Júnior

Os vereadores da Câmara Municipal de Natal votaram nesta quarta-feira (21) outros blocos de emendas relativas a Reforma Administrativa da Prefeitura da capital potiguar. Foram aprovadas pautas referentes a remuneração dos diretores de unidades de saúde e criação de cargos e estruturas em diversas pastas.

A primeira emenda que recebeu votos favoráveis foi a nº 45 que trata do reajuste salarial dos diretores e administradores de unidade especializada de saúde, bem como de diretores de unidade básica de saúde. A matéria foi de autoria dos vereadores Dickson Nasser Junior (PSDB), Júlio Protásio (PSB) e Sandro Pimentel (PSOL. Com a aprovação do texto, os valores aumentaram em 60%.

“É o reconhecimento desses profissionais importantes que conduzem as unidades”, defendeu Dickson Nasser Junior. Com a emenda, os diretores de unidade básica e administradores das unidades especializadas passarão de R$ 1 mil para R$ 1.600, já o de diretor de unidade especializada, de R$1.500 para R$2.400.

Em seguida foi aprovada a emenda 32 que altera o organograma e lotação da secretaria municipal de Educação, modificando o número de cargos para atender a demanda interna da pasta, com 58 cargos comissionados.

Na defesa das matérias da Prefeitura, o líder da bancada governista, o vereador Júlio Protásio (PSB) conseguiu passar as emendas referentes a criação do departamento de assistência farmacêutica, diagnóstico e incorporação de novas tecnologias; a criação o cargo de assessor de controle interno na secretaria de Administração e criação de cargos para a elaboração de projetos especiais para o Executivo.

“Esses cargos visam contribuir para a melhoria do município. Por exemplo, teremos técnicos para os projetos especiais da Prefeitura, sem precisar contratar pessoas de fora ou perder projetos importantes, como já aconteceu em outras administrações”, defendeu Júlio Protásio.

Nesta quinta-feira (22) os vereadores darão continuidade a votação das emendas restantes, a partir das 15h30.

Compartilhar: