Vereadores tiram da publicidade para investir em esporte e cultura

Câmara discutiu durante todo o dia de ontem as emendas ao PPA

Vereadores de Natal começaram a discutir o Plano Plurianual (PPA) ainda pela manhã, debatendo inicialmente as emendas não consensuais apresentadas. Foto: Elpídio Junior
Vereadores de Natal começaram a discutir o Plano Plurianual (PPA) ainda pela manhã, debatendo inicialmente as emendas não consensuais apresentadas. Foto: Elpídio Junior

Um dia inteiro debatendo as emendas e, finalmente, a Câmara Municipal de Natal deu andamento ao Plano Plurianual (PPA). Nesta terça-feira, os vereadores analisaram o que deverá nortear as leis de diretrizes orçamentárias para o quadriênio 2014-2017. E, neste caso, a previsão é de baixo investimento em publicidade e, pelo menos, uma “amenizada” na falta de recursos das áreas de esporte e cultura.

As questões foram colocadas como emendas consensuais, remanejando recursos da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) para outras secretarias como a de Juventude, Esporte, Lazer e Copa do Mundo da  Fifa (Secopa) e Fundação Cultural Capitania das Artes. Neste pacote de emendas foram inclusas, entre outras, a destinação de recursos para atividades e festejos alusivos ao Dia do Evangélico, proposta pelo vereador Jacó Jácome (PMN), recuperação e manutenção de quadras esportivas, de proposição do vereador Rafael Mota (PROS), programa de capeamento asfáltico da zona leste de Natal, do vereador Ubaldo Fernandes (PMDB) e implementação da Rede de Atenção à Saúde, dos vereadores Sandro Pimentel (PSOL) e Dickson Junior (PSDB).

A proposição da vereadora Eudiane Macedo (SDD), foi aprovada por unanimidade e destina recursos que visam dar publicidade às leis aprovadas na Câmara Municipal de Natal que passam a vigorar na capital potiguar. “É direito do cidadão e dever do Executivo Municipal informar a população sobre suas leis municipais em vigor”, defendeu a vereadora.
O vereador Jacó Jácome (PMN) incluiu ao Plano Plurianual termo de apoio aos dependentes químicos e suas famílias. “A cidade de Natal precisa olhar com solidariedade e compreensão a situação das pessoas que sofrem com o problema da droga”. Três emendas da vereadora Eleika Bezerra (PSDC) foram aprovadas. “Ambas se propõem a aprimorar os mecanismos de acompanhamento e avaliação do PPA para oferecer mais transparência e participação da comunidade, além de estabelecer objetivos relativos às políticas educacionais”, disse Eleika, que chamou atenção para a necessidade de sistematizar o debate.

O plenário da Casa também aprovou emenda da vereadora Júlia Arruda (PSB) que transfere 800 mil reais dos recursos destinados ao acesso à cultura para o Instituto Histórico e Geográfico. “Apresento esta proposta porque acredito que preservar o patrimônio e documentação histórica também é acesso à cultura”, justificou Júlia Arruda. O vereador Sandro Pimentel (PSOL), votou contra a emenda. “Não é prudente reduzir os recursos da cultura, que já são insuficientes. O dinheiro deveria sair dos recursos para a Copa do Mundo”.

Compartilhar: