Collie leva tiros e tem parte da mandíbula retirada devido à infecção

Cachorro de 9 meses foi ferido com três tiros; veterinários acreditam que, em breve, poderão reconstruir a mandíbula do animal

No último mês, Lad recebeu cuidados veterinários da organização de caridade The Arrow Fund Foto: UC Davis School of Veterinary Medicine / thearrowfund.org
No último mês, Lad recebeu cuidados veterinários da organização de caridade The Arrow Fund Foto: UC Davis School of Veterinary Medicine / thearrowfund.org

Um cachorro da raça Collie, de apenas 9 meses, foi encontrado quase morto por uma equipe de resgate, com ferimentos de tiros na região da mandíbula, em Kentucky, EUA. Lad, como é chamado, foi levado a um hospital veterinário onde teve a parte de baixo de sua mandíbula retirada, por causa de uma grave infecção no local.

No último mês, o cão recebeu cuidados veterinários da organização de caridade The Arrow Fund, que cuida de animais vítimas de tortura, negligência ou abuso, e foi transferido posteriormente para a Universidade da Califórnia – onde há um centro veterinário líder em pesquisas na área – graças às doações que recebeu.

Os médicos veterinários da Califórnia acreditam que, em breve, Lad poderá receber uma cirurgia de reconstrução da parte de sua mandíbula retirada, onde sobraram apenas cinco dentes.

O animal foi encontrado com três ferimentos de balas. Fragmentos de metal provocaram grandes danos aos seus dentes. Um mês depois, Lad ainda está sendo alimentado, em parte, através de um tubo.

A polícia investiga o tiroteio. Os oficiais acreditam que Lad foi deixado na estrada e que foi transportado para lá na traseira de uma pick-up.

 

Com informações do The Independent.

Compartilhar: