Com super clássicos, Liga dos Campeões abre as quartas de final

Entre os oito times que seguem na briga pelo título europeu, apenas o Borussia Dortmund não tem jogador nascido no Brasil

Craques são atrações na tarde desta terça-feira. Foto: Divulgação
Craques são atrações na tarde desta terça-feira. Foto: Divulgação

A Liga dos Campeões abre nesta terça-feira a fase de quartas de final, e o futebol brasileiro estará bem representado. Com 21 atletas inscritos nas oito equipes que ainda brigam pelo título, o País é o terceiro com mais representantes, atrás somente de Espanha e Alemanha. E 20 desses jogadores são ou titulares ou peças importantes em suas equipes. A exceção é o volante Casemiro, do Real Madrid.

Com tantos representantes, a chance de o Brasil ter um jogador campeão são enormes. Afinal, a única equipe que não tem um brasileiro em seu elenco é o Borussia Dortmund. Já o PSG é o líder nesse quesito, com cinco atletas brasileiros: Alex, Thiago Silva, Marquinhos, Maxwell e Lucas. Embora seja nascido no Brasil, o volante Thiago Motta não entra na conta porque defende a seleção da Itália. O mesmo vale para o zagueiro Pepe, do Real Madrid, que joga por Portugal, e o atacante Diego Costa, do Atlético de Madri, que atua pela Espanha.

Sem dúvida, o brasileiro mais badalado da Liga dos Campeões é Neymar, atacante do Barcelona. E os números justificam a badalação. Com três gols, é o vice-artilheiro da equipe catalã no torneio, atrás apenas de Messi, que marcou oito vezes. E, ao lado de Xavi, Neymar é o líder em passes para gol no Barcelona, com três assistências. O brasileiro é também o terceiro atleta que mais sofreu faltas, com 24. Acima dele estão Lewandowski, do Dortmund, com 28, e Balotelli, do Milan, com 33.

O zagueiro Miranda, do Atlético de Madri, se destaca pela fome de bola. Ele esteve em campo em todos os 720 minutos disputados por seu time até aqui, algo que somente outros 16 atletas fizeram. Também incansável é o volante Fernandinho, do Manchester City, que percorreu 79,7 km nos oito jogos que disputou e aparece entre os 20 líderes nessa estatística.

Dois zagueiros brasileiros aparecem entre os melhores passadores da Liga dos Campeões. Um deles é Alex, o mais eficiente entre todos os atletas que deram ao menos 100 passes. Ele tentou 284 passes e acertou 267, precisão de 94%. O volante Busquets, do Barcelona, é o segundo, com 93,8%.

Fonte: IG

Compartilhar: