Com 80 mil fãs, página “Volta, Lula” que pedia saída de Dilma, sai do ar

Site apresentava os motivos pelos quais Lula deveria voltar à corrida eleitoral e fazia contagem regressiva para a renúncia de Dilma

Movimento quer que Lula seja candidato à presidência. Foto: Divulgação
Movimento quer que Lula seja candidato à presidência. Foto: Divulgação

O site “Volta, Lula”, que pedia a substituição da atual presidente Dilma Rousseff e candidata à reeleição pelo PT, pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi tirado do ar na tarde da última quinta-feira. O perfil do Facebbok com o mesmo nome, que possuía mais de 80 mil “curtidas” também foi retirado do ar. O motivo de a página não existir mais ainda é desconhecido.

O “lula2014.org” pedia a candidatura imediata do líder petista e explicava que a ação era “uma iniciativa popular e não é financiada ou tem qualquer ligação com o Partido dos Trabalhadores ou qualquer outro partido político”.

Além de apresentar os motivos pelos quais Lula deveria voltar à corrida eleitoral, o site fazia uma contagem regressiva para a renúncia de Dilma. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a resolução de registro de candidatura diz que o candidato só pode ser substituído “em caso de morte ou renúncia”, como aconteceu com Eduardo Campos e Marina Silva no PSB. Caso uma dessas situações aconteça, o registro da candidatura deverá ser feito até 20 dias antes da eleição, que está marcada para o dia 5 de outubro.

“A conjuntura destas eleições pedem medidas contundentes para garantir que o país continue crescendo e mudando para melhor. De acordo com a lei eleitoral, temos até o dia 15 de setembro para trocar candidatos. Este movimento é para unir todos!! Lula é o maior líder que o Brasil já teve!! O país precisa de sua força e liderança”, dizia o site.

Fonte: Terra

Compartilhar: