Com Rosalba presente, Sindsaúde cobra o Projeto de Lei do plano de cargos

Os servidores cobram o envio do projeto e a aprovação com urgência, de modo que o acordo de greve possa ser cumprido e a nova tabela possa ser implantada nos salários de março (nível elementar), abril (nível médio) e maio (nível superior)

 

“Vamos pressionar para que se cumpra o acordo",afirma Rosália Fernandes, do Sindsaúde. Foto:Divulgação
“Vamos pressionar para que se cumpra o acordo”,afirma Rosália Fernandes, do Sindsaúde. Foto:Divulgação

Nesta segunda-feira (17), a partir das 15h30, os servidores da saúde do estado estarão na Assembleia Legislativa, cobrando o envio do Projeto de Lei com a revisão da tabela do plano de cargos. Neste dia, os deputados retomam os trabalhos na Assembleia Legislativa, com uma sessão solene com a presença da governadora Rosalba Ciarlini.

Os servidores cobram o envio do projeto e a aprovação com urgência, de modo que o acordo de greve possa ser cumprido e a nova tabela possa ser implantada nos salários de março (nível elementar), abril (nível médio) e maio (nível superior). O acordo firmado com o secretário de Saúde, Luiz Roberto Leite Fonseca, teve o aval da governadora, permitindo a suspensão da greve de agosto de 2013.

Após a greve, uma comissão mista foi formada e preparou uma proposta, corrigindo as distorções e aperfeiçoando o Plano de Cargos. Entre os pontos, está a implantação do internível, a diferença de 3% a cada dois anos de serviço, que não vinha sendo aplicada corretamente. O texto foi enviado ainda em 2013 para a Consultoria Geral do Estado que, no dia 5 de fevereiro, enviou um despacho para a Sesap e para o Gabinete Civil.

“Vamos pressionar para que se cumpra o acordo. Participamos da comissão, o projeto de lei está pronto, falta agora que a governadora assine e envie para os deputados”, afirma Rosália Fernandes, do Sindsaúde. “Vamos pedir também aos deputados que deem prioridade ao projeto, para que possa ser implantado nos salários de março, como prometido”, afirma Rosália.

Compartilhar:
    Publicidade