Comerciantes apostam no aumento das vendas na reta final para o Natal

maior parte das lojas do centro da cidade e Alecrim já estenderam seus expedientes até às 20h

Na manhã deste sábado, movimento já era intenso pelas principais ruas do Alecrim. Funcionamento até o Natal será estendido. Foto: José Aldenir
Na manhã deste sábado, movimento já era intenso pelas principais ruas do Alecrim. Funcionamento até o Natal será estendido. Foto: José Aldenir

No último final de semana que antecede o Natal, o movimento no Alecrim – um dos principais centros de compras da cidade – estava intenso desde o início da manhã deste sábado (21). Com a segunda parcela do décimo terceiro no bolso, famílias inteiras foram em busca das compras de última hora.

Segundo Assis Ribeiro, gerente de uma loja de calçados, a expectativa de vendas é positiva em relação ao mesmo período do ano passado. “No início do mês até esta última sexta-feira a maior parte das pessoas vinha, olhava e pesquisava preço. Agora eles já estão partindo para a compra e com a ajuda do 13º acredito que vai haver uma aquecida nas vendas até a terça-feira, dia do Natal, que é a época que mais vende no ano”.

Já Rubem de Medeiros, comerciante há mais de 30 anos no Alecrim, e proprietário de um box de venda de confecções no Camelódromo, contou que diferente dos anos anteriores são os homens que estão comprando mais neste período. “Estou deixando mais à mostra as peças masculinas, porque as mulheres estão comprando menos. O movimento só melhorou após o dia 10, antes estava vendendo de uma a três peças por dia. Pretendo vender bastante e acho que até o fim do dia vou conseguir boas vendas, até porque neste tempo todo que estou por aqui nunca vi um dezembro ruim”.

A costureira Cirlene Barbosa resolveu antecipar as compras de fim de ano, mas foi ao Alecrim garantir um presente para a sua irmã. “Faz 15 dias que fiz minhas compras. Hoje vim logo cedo e já resolvi o que vou levar. O Alecrim ainda é o melhor lugar para comprar”.

Já a dona de casa Elizabeth da Silva deixou para fazer as compras de última hora, alegando falta de tempo. “Cuido dos meus filhos, dos meus sobrinhos e vim hoje com o meu esposo comprar, principalmente, roupas para os filhos. Mas este ano achei os preços mais salgados”.

Lucineide Gomes, gerente de uma das mais tradicionais lojas de bolsas, malas e artigos em couro da região, explicou que além das compras para o Natal, o foco de boa parte dos clientes são as compras para a volta às aulas, devido à antecipação do calendário escolar com a realização da Copa do Mundo em Natal. “Em relação às compras e presentes de fim de ano, esta é a data que mais se vende. A partir de hoje e até a terça, acredito que nossa meta seja superada em relação ao ano passado.

Também estamos tendo uma boa procura de produtos para a volta às aulas. Realmente existe esta cultura do brasileiro de deixar tudo para a última hora, mas de uma maneira geral, esperamos um aumento de 30% nas vendas em relação a 2012″.

Alessandra Félix foi uma das mães que chegaram cedo ao Alecrim para garantir tanto as compras de Natal como os calçados escolares dos filhos. “Comprei sandálias para as festas de fim de ano e calçados para eles irem à escola. Resolvi antecipar, porque eles já começam na escola no próximo dia 15″.

FUNCIONAMENTO

Com a proximidade do Natal, o comércio natalense funciona em horários diferenciados dos demais dias do ano. A maior parte das lojas do centro da cidade e Alecrim já estenderam seus expedientes até às 20h, e nesta semana que antecede o Natal abrirão até 21h. O comércio de rua também abre aos domingos, enquanto os shoppings chegam a abrir suas portas até às 23h nos dias que antecedem o Natal.

Compartilhar: