Comitê gestor da Prefeitura apresenta balanço da Copa do Mundo em Natal‏

Natal continua promovendo até o dia 13 de julho o Fifa Fan Fest

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Comitê Gestor criado pela Prefeitura do Natal para as ações relacionadas à Copa do Mundo reuniu a imprensa na manhã desta quarta-feira, 25, no auditório da Secretaria Municipal de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sempla), para apresentar um balanço parcial sobre o que foi e o que representou o evento para a cidade. Além de ser uma das 12 sedes, Natal continua promovendo até o dia 13 de julho o Fifa Fan Fest, evento artístico e cultural que integra a programação da Copa do Mundo sendo, realizado pela parceria entre a FIFA, a Prefeitura do Natal e a Intertv Cabugi.

Planejamento

A secretária titular da Sempla, Virgínia Ferreira, abriu a coletiva afirmando que o evento foi positivo e motivo de alegria para a cidade. Segundo ela, a capital potiguar recebeu bons jogos. Embora o último deles tenha acontecido nesta terça-feira (24), a Copa em Natal continua com o Fifa Fan Fest, que vem recebendo uma boa participação de público. “Tivemos uma receita de R$ 320 milhões para a economia do Rio Grande do Norte, sendo R$ 300 milhões em obras realizadas em Natal. A cidade também recebeu 173 mil turistas, mais de 1.000 jornalistas nacionais e estrangeiros, presença de 180 canais de televisão e mais divisas para os países da Europa e da África”, relatou a secretária.

Obras Públicas

“Tudo precisa de comando e nós temos comando. Nós temos um gestor que tem compromisso com a população e também com a cidade. O prefeito Carlos Eduardo é o principal responsável pelo sucesso da Copa em Natal, pelo comprometimento com as ações do evento e com a decisão política de tomar as decisões necessárias que levaram a estes bons resultados para a cidade”, avaliou o secretário de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), Tomaz Neto. Em sua opinião, é preciso conhecimento dos fatos, participar do que está acontecendo, ajudar no que for possível e ter persistência. “Se não conseguimos fazer tudo foi porque não deu pra ser feito mesmo, mas o empenho foi grande e é por isso que Natal está sendo elogiada hoje por todos”.

Ao ser perguntado sobre a conclusão das obras de mobilidade no entorno da Arena das Dunas, o secretário foi enfático: “Vamos comemorar o que a gente concluiu. Para fazer o percurso da Semopi para minha casa em Candelária eu gastava em torno de 45 minutos, hoje faço em apenas 8 minutos.” Disse que toda a Prudente de Morais foi liberada e os túneis estão funcionando normalmente. Ele revelou também que, apesar das chuvas, a drenagem da Arena das Dunas está funcionando bem, assim como o sistema de lagoas e bombeamento. “As últimas chuvas inundaram apenas os túneis que não foram concluídos e causaram um problema sério em Mãe Luiza. As chuvas alcançaram 342 milímetros em apenas 36 horas, coisa que não aconteceu em Natal nos últimos 150 anos”, frisou.

Tomaz Neto adiantou que a Prefeitura do Natal está fazendo todo o esforço para entregar até o dia 10 de julho as duas passarelas no entorno da Arena das Dunas, o túnel da Capitão-Mor Gouveia e Raimundo Chaves, e o viaduto da BR 101. De acordo com ele, as chuvas e os jogos realizados em Natal levaram a uma redução no ritmo de trabalho das construtoras.

Tomaz Neto acrescentou que a Capitão-Mor Gouveia é a única que será concluída no dia 30 de julho, em função do atraso pelo fornecedor dos tubos de drenagem; que o binário terá continuidade somente quando for concluída a avenida Jerônimo Câmara em outubro; e que a microdrenagem e pavimentação levará de 3 a 4 meses para ser feita.

Turismo

“Soubemos aproveitar. Natal foi a única cidade da Copa onde não faltou comida e bebidas para os torcedores no estádio. Recebemos mais de 180 veículos de imprensa do mundo inteiro; conseguimos trazer do Ministério do Turismo e das empresas informações de mapas com idiomas até em japonês; realizamos city-tours com jornalistas e turistas; tivemos uma das melhores seguranças da Copa; e um total de 173 mil turistas, sendo que 50% eram internacionais, coisa que nós não tínhamos nem mesmo em períodos de alta estação”, frisou o secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seturde), Fernando Bezerril.

Mobilidade Urbana

O secretário-adjunto de Transportes da Secretaria Municipal de Mobilidade, Walter Pedro, ressaltou a sintonia com órgãos do governo federal como um fato novo e positivo nos dias de Copa. “Muito importante a articulação que tivemos com esses órgãos para que tudo acontecesse de forma positiva”. O lado negativo apontado pelo secretário-adjunto foi a greve dos trabalhadores do transporte público, que em Natal é 90% baseado em ônibus. Mesmo assim, ressalvou ele, foram buscadas alternativas e, no fim das contas, o problema acabou não comprometendo o trânsito e o acesso dos torcedores que foram à Arena das Dunas. “Apesar do contratempo e do desconforto, conseguimos que não houvesse congestionamentos. Também não tivemos nenhum problema com o deslocamento das delegações”.

Saúde

O representante da Secretaria Municipal de Saúde, Carlos Magno, também apresentou um balanço positivo das ações na área. Segundo ele, não foi registrado nenhuma vítima pela Secretaria Municipal de Saúde, e Natal foi a segunda sede melhor posicionada em termos de segurança e limpeza do estádio. Também citou como pontos positivos a inexistência de casos de dengue e meningite, nível de atendimento baixo e muito tranquilo. “A cidade foi muito elogiada”, resumiu ele.

Meio-ambiente e urbanismo

“A Copa não acabou ainda. Os turistas ainda estão em Natal. Eles vão a outros lugares que também promovem jogos, mas voltam para Natal. Essa quantidade de turistas vai permanecer na cidade por algum tempo”, destacou o secretário Marcelo Toscano, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb). Com relação ao Fifa Fan Fest, ele enfatizou a necessidade do evento ter sido cancelado nos dias que registraram chuvas mais intensas, de modo a preservar a segurança do público. Marcelo Toscano relatou ainda que a fiscalização sobre tentativas de marketing de emboscada foi considerada a segunda melhor da Copa por representantes da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) que estiveram em Natal, sem nenhuma autuação por marketing de emboscada. Segundo o titular da Semurb, os poucos problemas constatados foram de pequena relevância e solucionados sem maiores problemas, como no jogo México x Camarões, em que alguns ambulantes foram vistos vendendo guarda-chuvas próximo à Arena das Dunas. “Nestes casos, prevaleceu o bom senso e não foi preciso fazer nenhuma ação mais ostensiva”.

Assistência Social

O trabalho de assistência social também rendeu bons resultados durante a Copa do Mundo. Equipes da Secretaria Municipal do Trabalho e da Assistência Social (Semtas) conseguiram inibir 12 casos de exploração sexual de crianças e adolescentes nos dias de Fifa Fan Fest até agora. Uma equipe da Secretaria fica de plantão no evento, promovendo ações ativas de prevenção a esse tipo de crime. Há pelo menos cinco educadoras sociais em cada dia de Fifa Fan Fest, distribuindo panfletos e adesivos informativos e com pontos de observação para realizar possíveis abordagens.

Decoração  

A decoração temática criada e distribuída na cidade pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) também mereceu destaque dentre as ações coordenadas pela Prefeitura do Natal para a Copa do Mundo. Elogiada pela população de modo geral, por jornalistas e por turistas que vieram a Natal acompanhar os jogos, a decoração especial abrange mais de 30 pontos da cidade com luzes e peças de ornamentação. O investimento do Município na decoração da Copa foi de R$ 1,6 milhão, em recursos oriundos da Contribuição da Iluminação Pública (Cosip).

 

Compartilhar:
    Publicidade