Como cara de final, Itália x Uruguai vale uma vaga e outra queda de campeão

Um campeão mundial seguirá na competição e outro voltará pra casa após o jogo de hoje

Esperança dos Uruguaios está nos gols de Cavani e Suaréz. Foto: Divulgação
Esperança dos Uruguaios está nos gols de Cavani e Suaréz. Foto: Divulgação

A última rodada do Grupo D, aquele considerado o da “morte”, reservou para Natal, às 13h desta terça-feira, uma disputa com cara de final entre Itália e Uruguai para ver quem se junta à surpresa Costa Rica entre os classificados às oitavas de final.

O jogo não só marca a classificação de um campeão mundial, como automaticamente elimina outro, que dará adeus à Copa ainda na primeira fase assim como Espanha e Inglaterra.

Os italianos, em razão do saldo de gols, jogam por um empate diante dos uruguaios. Ambas as seleções chegam à terceira partida depois de terem vencido a Inglaterra, mas perdido para a Costa Rica.

“É o jogo mais importante da minha carreira. A gente sabia desde o sorteio que a classificação seria decidida na última partida. Agora teremos de ter confiança, acreditar até o fim”, disse o técnico italiano Cesare Prandelli.

“A partida contra o Uruguai podia ser uma semifinal ou final. Esperamos impor nosso jogo e vencer”, completou Pirlo, principal nome do meio-campo da Itália.

Pelo lado uruguaio, Luis Suárez se diz agora em ótima forma. Depois de se recuperar de cirurgia no joelho, ele não jogou na estreia, decidiu contra a Inglaterra com dois gols e agora segue como esperança do ataque sul-americano.

“Não estava 100% fisicamente contra a Inglaterra, mas pude influenciar a equipe psicologicamente. Meu joelho agora está em perfeitas condições”, afirmou na véspera do duelo.

Já o capitão Lugano, que fez apenas fortalecimento muscular na segunda-feira, deve novamente desfalcar o time. Ele sofre com uma inflamação no joelho e já não atuou contra os ingleses.

Belo Horizonte, 13h

A já classificada Costa Rica joga diante da eliminada Inglaterra no mesmo horário, às 13h desta terça-feira, querendo apenas confirmar o primeiro lugar e manter o embalo.

Com seis pontos, a Costa Rica pode sair líder mesmo em caso de derrota, já que tem um saldo de gols favorável.

Já a Inglaterra, que perdeu os dois primeiros jogos, se despede com diversas mudanças no time, já que o técnico Roy Hodgson quer dar alguns minutos a quem não atuou ainda, como o meia Frank Lampard.

Grupo C, 17h

A Colômbia, 100% na Copa do Mundo e já classificada, enfrenta o Japão às 17h desta terça, em Cuiabá.

Os colombianos têm seis pontos e até podem ser alcançados pela Costa do Marfim, que tem três e enfrenta a Grécia no mesmo horário, em Fortaleza.

Na briga pela segunda vaga, Grécia e Japão têm um ponto cada e mantêm chances de classificação ao lados dos africanos. Quem passar pelo Grupo C enfrenta os rivais do Grupo D, cuja rodada acontece mais cedo.

Fonte: Terra

Compartilhar:
    Publicidade