Conab terá mais 56 mil toneladas de milho para o Nordeste

O produto tem origem nos estados do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul

56 mil toneladas virão para o Nordeste. Foto:Divulgação
56 mil toneladas virão para o Nordeste. Foto:Divulgação

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou hoje (28) leilão para a contratação de serviços de transporte para remoção de 56.611 toneladas de milho em grãos, à granel, vinculados aos estoques de Contrato de Opção e da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM). Foram negociados todos os 73 lotes, com um deságio de 15,7% entre o valor total de abertura oferecido (R$ 23,6 milhões) e o alcançado (R$ 20,4 milhões).

O resultado já está no site da Companhia (www.conab.gov.br / Aviso nº 009/2014). O produto tem origem nos estados do Mato Grosso (Sorriso, Tapurah, Lucas do Rio Verde, Vera, Ipiranga do Norte, Sinop) e Mato Grosso do Sul (Chapadão do Sul, Cassilandia e São Gabriel do Oeste).

Os estados de destino são Alagoas (Arapiraca, Maceió, Palmeira dos Índios e Santana do Ipanema), Bahia (Baixa Grande, Bom Jesus da Lapa, Chorrochó, Conceição do Coité, Entre-Rios, Feira de Santana, Guanambi, Irecê, Itaberaba, Jacobina, Jequié, Juazeiro, Paramirim e Vitória da Conquista), Ceará (Brejo Santo, Canindé, Crateús, Icó, Iguatu, Itapipoca, Jaguaribe, Juazeiro do Norte, Lavras da Mangabeira, Maracanaú, Marco, Morada Nova, Quixadá, Quixeramobim, Russas, Santa Quitéria, Senador Pompeu, Sobral e Tauá), Maranhão (São Luís), Paraíba (Campina Grande, Catolé do Rocha, Itaporanga, João Pessoa, Monteiro, Patos, Picuí, Princesa Isabel e Sousa), Pernambuco (Arcoverde e Recife), Piauí (Campo Maior, Elesbão Veloso, Esperantina, Floriano, Luzilândia, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Picos, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Simplício Mendes e Teresina), Rio Grande do Norte (Açú, Caicó, Currais Novos, João Câmara, Lajes, Mossoró, Natal e Umarizal), Espírito Santo (Colatina) e Minas Gerais (Montes Claros).

Compartilhar: