Conexão Viver Bem leva bem estar e saúde no Dia Internacional da Mulher

Ideia é oferecer dicas de lazer e qualidade de vida

Projeto-Viver-Bem--HD

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado neste sábado, dia 8 de março, o Projeto Conexão Viver Bem reuniu durante toda a manhã deste sábado cerca de 200 mulheres para aulas de alongamento, jump, dança, hidroginástica, além de hidratação facial, degustação de suplementos e orientação nutricional. O evento foi realizado no Hotel Vila do Mar, na Via Costeira, com a ideia de proporcionar dicas de saúde, lazer e qualidade de vida.

Juliana Garcia, apresentadora do programa Viver Bem e diretora do Conexão Viver Bem, evento que acontece há cinco anos, sempre no Parque das Dunas, explicou que em 2014 a ideia é levar o projeto, que acontece uma vez por mês, para outras áreas da cidade, como a zona Norte de Natal, Parnamirim e o litoral do Estado. “Escolhemos a data de hoje para homenagear as mulheres. Elas precisam viver bem e fizemos esse evento para que elas consigam praticar exercícios, cuidar da saúde, da beleza, dedicar um tempo para si”, afirmou Juliana Garcia.

O Conexão Viver Bem é um evento para que as pessoas pratiquem atividades físicas e despertem para a importância da regularidade na prática de exercícios para uma boa qualidade de vida. “No programa já falamos disso e é interessante porque no Conexão Viver Bem as pessoas podem colocar em prática tudo que falamos. Natal ainda é a capital do sedentarismo e com um grande número de obesos. Temos um trabalho muito grande para conscientizar as pessoas, pois mudar de vida é uma questão de decisão”, afirmou.

A arquiteta Gabriela Dias diariamente utiliza seu perfil no Instagram (@gabidiasg) para dar dicas sobre o mundo fitness. Há cerca de três anos, Gabriela mudou seu estilo de vida, passando a ter hábitos saudáveis, com uma rotina de exercícios físicos e uma nova rotina alimentar. Hoje, ela acordou mais cedo para comemorar o Dia da Mulher com atividades físicas. “Nada melhor que comemorar o Dia Internacional da Mulher de frente para o mar, com essa energia maravilhosa, e propagando saúde e bem estar. Nosso foco aqui é viver bem e mostrar que é possível levar uma vida saudável. Tudo é questão de hábito e isso tem me trazido muito bem estar e, sobretudo, saúde”, destacou Gabriela Dias.

Apesar da correria do dia a dia, a arquiteta considera que a mulher, tida como uma super-mulher por ter que lidar com os afazeres domésticos, trabalho e família, deve tirar pelo menos uma hora do dia para dedicar a atividade física. “A mulher tem que conseguir tirar um tempo para cuidar de si e da saúde. Somos super mulheres e temos que encaixar uma rotina alimentar e de exercícios físicos. Estamos falando além da estética, que já é muito importante por levantar a autoestima delas, queremos propagar a ideia de bem estar e de uma vida saudável”, afirmou a arquiteta Gabriela Dias.

A professora Elizabeth Alencar também aproveitou a manhã deste sábado para comemorar o Dia Internacional da Mulher ao lado das amigas praticando atividades físicas. Ela conta que há quatro anos modificou a rotina, depois que foi diagnosticada com Diabetes. Atualmente, ela dedica duas horas por dia para atividades físicas e tem uma alimentação saudável.

“O nosso melhor presente é nós mesmas que podemos nos dar, cuidando na nossa vida, da nossa saúde. Tem coisas que os outros podem fazer por nós, mas outras que só a gente que pode fazer. Cuidar da minha saúde depende exclusivamente de mim. Temos uma cidade com belezas naturais, um clima agradável, tudo propício para a atividade física e não podemos desperdiçar. Ser feliz e saudável. Este é o maior presente”, afirmou a professora Elizabeth Alencar.

 

Compartilhar: