CONFIANÇA

A aliança entre Henrique Alves e Wilma de Faria vive uma atmosfera de extrema desconfiança mútua. O PMDB não confia…

A aliança entre Henrique Alves e Wilma de Faria vive uma atmosfera de extrema desconfiança mútua. O PMDB não confia na presidente do PSB e a mãe de Márcia desconfia das reais intenções do filho de Aluízio. Por conta disso, há divergência em relação a data do anúncio da chapa.

TEMOR

Wilma de Faria teme a disputa eleitoral contra Fátima Bezerra, diante da imprevisibilidade do resultado. A mãe de Lauro larga como favorita ao Senado, mas a irmã de Tetê tem potencial maior de crescimento por não ter teto limitado ou fragilidade a ser explorada na campanha. Portanto, quem vai ser eleita senadora em outubro só saberemos quando as urnas forem contabilizadas.

ESTRATÉGIA

Segundo Sherloquinho, Wilma de Faria teria uma estratégia para tentar escapar do risco de uma derrota para Fátima Bezerra: formar chapa com a própria Fátima para o Senado e ela, Wilma, ser candidata ao Governo do Estado.

ESTRATÉGIA II

O objetivo de Wilma seria ser candidata ao Governo desmontando a chapa de Robinson e Fátima. Para isso, precisaria aguardar o dia 04 de abril, data em que saberemos se o ministro Garibaldi Filho deixará ou não o ministério para ficar apto a ser candidato. A estratégia de Wilma é condicionada ao fato de Garibaldi poder ser candidato. Se o pai de Waltinho não deixar o ministério e ficar fora definitivamente da disputa eleitoral, a mãe de Lauro deixaria o PMDB para ser candidata ao Governo.

PRAZO

O problema é que o PMDB já estabeleceu o dia 28 como data para o anúncio oficial da chapa Henrique, João Maia e Wilma. Caso essa data seja respeitada, ficará muito difícil Wilma sair do projeto do PMDB depois de um anúncio público. Resta saber se a própria Wilma não vai querer que o PMDB mude a data do anúncio. Se quiser mudança, há claros sinais de que poderá haver mudança também na formação da chapa.

PRAZO II

O PMDB já confirmou a reserva do hotel onde será feito o anúncio oficial: dia 28. Wilma, pela assessoria, não confirma essa data e diz que o anúncio deve ser feito somente em abril. E agora? A guerreira cede ao que quer o PMDB ou vai impor sua própria data?

FUTURO

O que é melhor para o futuro do prefeito Carlos Eduardo: a derrota de Wilma ou de Fátima?. Segundo Sherloquinho, para o filho de Agnelo é melhor Wilma perder, pois fica sem força e continua querendo ser sua vice; se Fátima perder, lança imediatamente sua candidatura à Prefeitura de Natal. Será?

AÇÃO

A governadora Rosalba Ciarlini contabiliza uma série de ações de improbidade administrativa que poderão lhe causar problemas no momento e depois, quando deixar o Governo. Mas, de acordo com Sherloquinho, vem aí uma ação mais forte, que envolve um tema que os defensores do Governo sempre dizem que a Rosa nunca foi acusada: corrupção.

CORRUPÇÃO

A ação que está prestes a ser concluída pelo Ministério Público trata diretamente sobre malversação de dinheiro público, fraude em licitação e corrupção. É a lama subindo a rampa da governadoria e sepultando o único discurso de que raros aliados da Rosa ainda sustentavam, de que não havia corrupção ou escândalos em seu Governo.

FEDERAL

Antes mesmo do anúncio oficial da chapa com Henrique Alves candidato a governador, o deputado estadual Walter Alves já começou a articular sua candidatura a deputado federal. O filho de Garibaldi está mantendo contatos com lideranças do interior para comunicar a mudança de projeto.

RACHA

A aliança do PMDB de Henrique com o PSB de Wilma provocou um racha no maior colégio eleitoral do interior do RN. Em Mossoró, a ex-prefeita Fafá Rosado, que vai ser candidata a deputada federal pelo PMDB, já disse que não vota de jeito nenhum em candidatura do PSB, principalmente se o nome for o de Larissa Rosado.

Compartilhar: