Confira grandes números da maior competição esportiva do planeta

A seleção alemã vai receber US$ 35 milhões. A Copa se encerra com apenas 10 cartões vermelhos, contra 28 da Copa de 2006. Veja os grandes e interessantes números do mundial

 

Estes são os números de destaque da Copa do Mundo disputada no Brasil de 12 de junho a 13 de julho:

0 – Número de gols marcados após 120 minutos na partida de quarta-feira entre Holanda e Argentina por uma vaga na final, na primeira semifinal sem gols da história do torneio.

1,6 – Cotação das principais casas de apostas britânicas por uma vitória da Alemanha, enquanto a vitória alviceleste pagava 2,2 vezes a aposta feita.

- Pontos conquistados pela Espanha na vitória sobre a Austrália, que não evitou sua eliminação, a quinta ocasião na história em que o vigente campeão mundial foi eliminado na primeira fase (depois de Itália duas vezes, França e Brasil).

- Títulos conquistados pelos dois finalistas: Alemanha (4) e Argentina (2)

6 – Gols marcados pelo colombiano James Rodríguez, Bola de Ouro deste Mundial.

- Finais alcançadas pela Alemanha, um recorde.

9 – Partidas apitadas em Copas do Mundo pelo uzbeque Ravshan Irmatov, ábitro que mais dirigiu jogos no maior evento do futebol mundial.

10 – Cartões vermelhos exibidos no Brasil, longe do recorde de 28 da Copa da Alemanha, em 2006

16 - Recorde de gols marcados pelo alemão Miroslav Klose, maior artilheiro da história das Copas, superando Ronaldo “Fênomeno” (15).

16 – Defesas do goleiro americano Tim Howard no confronto das oitavas de final contra a Bélgica, um recorde.

24 - Anos, é o tempo que a Argentina ficou sem disputar uma final de Copa do Mundo.

30 - Segundos levou o americano Clint Dempsey para marcar contra Gana, no dia 16 de junho em Natal, no quinto gol mais rápido da história do torneio.

32 - Dentes tem um humano adulto, como Luis Suárez, expulso do Mundial por ter mordido o italiano Giorgio Chiellini.

113 - Minuto em que Mario Götze anotou o gol que deu o título mundial à Alemanha, o quarto de sua história e primeiro após a reunificação.

171 – Gols marcados no Brasil, igualando o recorde de vezes em que a bola balançou as redes em um torneio (de 32 equipes participantes), igualando a marca da Copa da França, em 1998.

187 - Cartões amarelos mostrados, com uma média de 2,9 por jogo, atrás dos 3,8 da África do Sul em 2010.

179 – O intervalo de segundos que a Alemanha levou para marcar três de seus cinco primeiros gols (do segundo ao quarto) na semifinal contra o Brasil, que terminou com a vitória histórica de 7 a 1 dos alemães.

1000/1 – A cotação de uma vitória da Alemanha sobre o Brasil por 7 a 1 na semifinal.

25.800 - policiais, soldados e agentes de segurança particular mobilizados no Rio para a final deste domingo no Maracanã.

2.000 – Gols na história da Alemanha, com o marcado por Thomas Müller contra o Brasil, 106 anos depois de Fritz Becker ter marcado o primeiro gol da Mannschaft.

580.166 - Recorde de tuítes por minuto enviados depois que o alemão Sami Khedira marcou o quinto gol da vitória alemã sobre o Brasil.

2.000.000 – Camisas da seleção alemã compradas pelos torcedores da Mannschaft para esta Copa do Mundo.

3.000.000 – De dólares em dinheiro foram enviados pelas autoridades ganesas ao Brasil para pagar a premiação aos jogadores da seleção.

35.000.000 – De dólares, a quantia que a Alemanha receberá como prêmio por conquistar a Copa do Mundo.

35.600.000 – Foi o número de tuítes enviados durante o confronto entre Alemanha e Brasil, na maior quantidade de mensagens postadas em um evento esportivo. O recorde anterior era de 24,9 milhões durante o SuperBowl de 2014.

11.000.000.000 – De dólares, a quantia total investida pelo Brasil para organizar o Mundial, o mais caro da história (o dos EUA, em 1994, custou 30 milhões).

 

Fonte: Exame

Compartilhar:
    Publicidade