Confirmada neutralidade da governadora Rosalba Ciarlini na eleição

Joaquim Pinheiro Repórter de Política   O ex-prefeito de Jucurutu, Júnior Queiroz, um dos gestores públicos do Rio Grande do…

Rosalba Ciarlini não disputa a reeleição e nem apoia os candidatos ao Governo... Pelo menos, foi o que afirmou o ex-prefeito Júnior Queiroz, que se mantém ao lado dela. Foto: Heracles Dantas
Rosalba Ciarlini não disputa a reeleição e nem apoia os candidatos ao Governo… Pelo menos, foi o que afirmou o ex-prefeito Júnior Queiroz, que se mantém ao lado dela. Foto: Heracles Dantas

Joaquim Pinheiro

Repórter de Política

 

O ex-prefeito de Jucurutu, Júnior Queiroz, um dos gestores públicos do Rio Grande do Norte que manteve seu apoio à governadora Rosalba Ciarlini, informou na manhã de hoje que a chefe do Executivo Estadual terá um posicionamento de neutralidade no pleito deste ano, entretanto, assegura que a governadora permanecerá na vida pública. O ex-prefeito não confirmou a informação, mas nos meios políticos mossoroenses é tida como certa a candidatura de Rosalba Ciarlini para prefeita de Mossoró nas eleições de 2016.

Júnior Queiroz reconhece que a governadora está passando por momentos de dificuldades em razão da conjuntura atual, segundo ele, a exemplo das prefeituras que continuam sem recursos financeiros para saudar seus compromissos, inclusive com relação ao pagamente do funcionalismo público municipal. “Dos 167 municípios do Estado, apenas 9 estão pagando os salários em dia”, constata o ex-gestor, defendendo em seguida o estabelecimento de um novo pacto federativo para distribuir melhor os repasses financeiros do Governo Federal. “Essa é uma forma dos municípios ficarem dependentes da União, e isso não pode continuar acontecendo porque está falindo a municipalidade brasileira”, ressalta.

Ao analisar o cenário político nacional, particularmente a sucessão presidencial, o ex-prefeito, que é irmão do deputado Nelter Queiroz, e seu aliado nas eleições deste ano, disse que a morte de Eduardo Campos mudou totalmente o mapa eleitoral. “O brasileiro também vota pelo sentimentalismo, e esse fato está sendo evidenciado com o crescimento do nome da ex-senadora Marina Silva”, constata, acreditando que o candidato do PSDB, Aécio Neves crescerá durante a campanha e deverá ir para o 2º turno das eleições com a candidata do PSB. Referindo-se a sucesso estadual, o ex-prefeito de Jucurutu diz acreditar na vitória do candidato do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves.

Compartilhar: