Congresso Espírita discute educação e vivência cristã no convívio familiar

Palestrantes de renome nacional e internacional estarão em Natal até domingo

Palestrantes de vários locais do país estarão em Natal até domingo. Mércia Carvalho destaca a importância de reestruturar os  valores morais das famílias de hoje. Foto: Wellington Rocha
Palestrantes de vários locais do país estarão em Natal até domingo. Mércia Carvalho destaca a importância de reestruturar os
valores morais das famílias de hoje. Foto: Wellington Rocha

Problemas familiares que afetam a convivência dos pais com seus filhos serão discutidos e abordados sob uma perspectiva do espiritismo. De hoje até domingo (31), o Congresso Espírita do Rio Grande do Norte, em sua 24ª edição, trará o tema aos natalenses com base na doutrina espírita, de modo a colaborar com a reestruturação dos valores morais da família.

A médica Mércia Carvalho, presidente da Casa de Caridade Adolfo Bezerra de Menezes, em São Gonçalo do Amarante, é uma das responsáveis pelo evento e explica da importância do Congresso em proporcionar discussões sobre os problemas sociais que afetam a um grande número famílias. Neste ano, o Congresso Espírita vem com o tema Central “A criança e o jovem buscam direção ao bem”.

“Nosso objetivo é alertar os pais sobres os problemas sociais que envolvem as famílias, com impacto maior no dia a dia das crianças e jovens. Hoje em dia notamos que há falta de harmonização entre os entes, diálogo, ética e moral, afinidade, problemas que podem ser solucionados com base na conversa e na observação. A doutrina espírita trata esses temas de maneira bem ampla e acreditamos que podemos ajudar a reestruturar os valores morais das famílias de hoje”, disse Mércia Carvalho.

Palestrantes de renome nacional e internacional estarão em Natal até domingo, trabalhando assuntos tais quais: Como apresentar à criança e ao jovem a edificação dos seu rumo à felicidade; Crianças no Mundo Espiritual; a ação do cérebro no universo individualizado da criança; ao analfabetismo afetivo e a imaturidade do amor dos pais; valores e autoestima; tabagismo e drogas; dilemas éticos e morais, entre outros assuntos.

De acordo com Mércia Carvalho, o público do Congresso é bastante diversificado. Segundo a presidente da Casa de Caridade Adolfo Bezerra de Menezes, geralmente mais da metade do público é de espíritas e cerca de 40% de pessoas simpatizantes com a religião espírita cristã e não espíritas.

“A nossa maior expectativa é que possamos esclarecer as pessoas a respeito desses problemas, divulgar a doutrina espírita e mostrar como ela deve ser explorada. Além de palestrantes espíritas, contaremos com a participação de inúmeros profissionais da área de saúde e assistência social, proporcionando uma abordagem dos temas através do caráter científico, filosófico e religioso”, explicou.

“No mundo de violência em que vivemos, se faz necessário, em caráter de urgência, que retomemos o caminho do diálogo, da compreensão e do carinho, do limite, da educação pelo amor e, muito principalmente, do amor a Deus e ao próximo, pontificando o bem para que haja paz”, destacou Mércia.

Toda a renda do Congresso Espírita será revertida em benefício das obras assistenciais do Núcleo Avançado de Massaranduba da Casa de Caridade. As inscrições para o evento ainda podem ser realizadas no Centro de Convenções de Natal, onde está sendo realizado o Congresso.

Compartilhar: