Brasileiro se torna o mais rápido do mundo em digitação no celular

O interesse por competições surgiu na empresa onde trabalha

65u65u3u356u232222

O catarinense Marcel Fernandes Filho, de 18 anos, ganhou no fim de abril um título que combina com a sua geração: ele entrou para o Guinness Book – o livro dos recordes – como a pessoa mais rápida do mundo a digitar em um celular touchscreen. São nove letras por segundo.

“Essa habilidade de digitar rápido me ajuda todo dia, pois eu posso fazer muitas coisas ao mesmo tempo”, destacou o jovem da cidade de Laguna, em Santa Catarina, que não se considera viciado em tecnologia.

O interesse por competições surgiu na empresa onde trabalha. De tanto acumular vitórias sobre os colegas, Marcel foi indicado para o Guiness, que pediu a ele que redigisse um texto de 160 caracteres sem a ajuda do autocorretor.

Foram duas semanas de treino até a viagem a Nova York, para aonde foi como único desafiador do recorde que pertencia a um norte-americano. Gravado por câmeras e observado por uma juíza, o brasileiro conseguiu digitar o texto em 18,19 segundos, melhorando a marca anterior de 18,44 segundos.

Estudante de Física na Universidade Federal de Santa Catarina, Marcel pretende aproveitar a habilidade com o teclado para fazer algo relacionado à computação. Ao site Diário Catarinense ele deu quatro dicas que ajudam a digitar com mais agilidade.

1. Use sempre as duas mãos

2. Busque a posição mais confortável para manter o celular estável

3. Eu sei que é difícil,  mas confie no autocorretor

4. Treine com apenas uma mão. Quando for utilizar as duas, você será muito mais ágil

Via: Efe e Diário Catarinense

Compartilhar: