Consultoria tem 2 dias para analisar contrato da bilhetagem unificada

A previsão da STTU é que em dezembro deste ano a bilhetagem unificada esteja valendo para o sistema de transporte de Natal

Pedrinho-e-Elequicina--WR-(2)

Marcelo Lima

Repórter

A Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito Urbano (STTU), o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Natal (Seturn) e Sindicato do Transporte Alternativo de Passageiros de Natal (Sitoparn) definiram o que pode ser a versão final do contrato que será celebrado entre os dois sindicatos. Com isso, as entidades ganharão a concessão do município para operar a bilhetagem eletrônica unificada.

Entretanto, essa versão final será analisada pela consultoria contratada pela secretaria para orientar o processo de unificação dos sistemas de bilhetagem eletrônica em Natal. “E por outro lado, a comissão formada aqui na secretaria está analisando a documentação enviada pelos dois entes”, informou Elequicina Santos, secretária da STTU. Ela também informou essa verificação das certidões negativas entregues pelos sindicatos também será finalizada em dois dias.

A titular da STTU não participou da reunião de ontem (2) porque estava na reunião de um conselho do município. Mas o representante dos alternativos esteve presente. Segundo José Pedro Neto, a análise do consultor do Instituto Rua Viva, contratado com dispensa de licitação para prestar consultoria a STTU, se deterá a verificar se os termos não ferem o interesse público. Elequicina Santos afirmou ainda que a assinatura poderá se dar na sexta-feira (5) desta semana caso as análise do contrato e da documentação esteja conforme o esperado.

Na avaliação do líder sindical dos alternativos, a versão final do contrato poderia ter sido melhor. “Foi satisfatória, não dá pra dizer que é a melhor”, disse. A reportagem do O Jornal de Hoje tentou falar com alguma representante do Seturn, mas não foi possível.

O contrato diz respeito às regras do negócio entre os sindicatos das empresas de ônibus e do transporte alternativo. Ontem pela manhã, as partes envolvidas realizaram mais uma reunião na sede da STTU sem o acesso da imprensa.

A previsão da STTU é que em dezembro deste ano a bilhetagem unificada esteja valendo para o sistema de transporte de Natal. Dessa forma, os passageiros poderão comprar os passes eletrônicos com o mesmo cartão e utilizar tanto nos veículos alternativos como nos ônibus.

Mas antes disso, os sindicatos deverão entregar os projetos executivos do suporte tecnológico que permitirá a operação do sistema de forma integrado em 20 dias depois da assinatura segunda a secretária. Depois disso, começa a fase de testes em alguns veículos e com poucos cartões durante 30 dias. Até que finalmente em dezembro o novo sistema esteja universalizado para o transporte urbano de Natal.

Investigação

Na última segunda-feira (1), o relatório da Comissão Especial de Inquérito (CEI) instalada para investigar a implantação da Bilhetagem Unificada na Câmara Municipal de Natal foi finalmente aprovado. No documento, os vereadores fazem três recomendações para a Prefeitura: implantação imediata da bilhetagem unificada; informar o cronograma desse processo de implantação à Câmara para o cumprimento do que está previsto no decreto que a regulamenta; e transferir o sistema de informações para contato direto com o órgão arrecadador de tributos da Prefeitura de Natal, a Secretaria Municipal de Tributação (Semut).

Durante a leitura do relatório, também foi aprovada mais uma recomendação proposta pelo vereador Sandro Pimentel (PSOL): que o Executivo apure as responsabilidades sobre o atraso na efetivação da bilhetagem. Cinco parlamentares votaram contra o relatório final por falta de consistência nas investigações: Amanda Gurgel (PSTU), Sandro Pimentel (PSOL), Marcos Antônio (PSOL), Jacó Jácome (PMN) e Fernando Lucena (PT). O relatório foi aprovado com 15 votos favoráveis.

Compartilhar: