Contemporâneo inaugura nova unidade em Natal com 14 mil metros quadrados – Marcos Aurélio de Sá

- O Complexo Educacional Contemporâneo, que tem à frente o professor Antônio Teófilo de Andrade Júnior, inaugurou ontem na zona…

- O Complexo Educacional Contemporâneo, que tem à frente o professor Antônio Teófilo de Andrade Júnior, inaugurou ontem na zona Sul de Natal, bairro de Potilândia, um novo edifício com 14 mil metros quadrados de área construída (ao lado da sua unidade central, que já ocupa três quarteirões).

- Para essas instalações está sendo transferida a unidade de Ensino Médio do Colégio Contemporâneo (que funcionou até o último semestre na Avenida Salgado Filho) e nelas também passam a operar as unidades de Ensino Fundamental e Educação Infantil, agora integradas num polo educacional único, dotado de amplos laboratórios multidisciplinares e completa estrutura desportiva.

Região Nordeste ganhará 11 novas lojas franqueadas da “Pittsburg” até final do ano

- Fortaleza e João Pessoa, capitais dos Estados vizinhos, são algumas das cidades nordestinas que irão ganhar até o final de 2014 unidades da rede de franquia “Pittsburg”, criada em Natal há quase 30 anos pelo empresário Kleber Carvalho e que logo se consolidou em nosso meio como uma marca de sucesso na concorrência direta com redes multinacionais de fast-food.

- A intenção de Kleber é ampliar neste semestre o número de lojas “Pittsburg” na região Nordeste em mais 11 unidades, preparando assim o caminho para que no decorrer de 2015 se atinja a meta de mais 15 franqueados no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O passo seguinte será a penetração da rede “Pittsburg” nos Estados das regiões Sudeste e Sul.

1o semestre foi marcado por retração nas vendas de veículos novos no país

- Os primeiros seis meses deste ano foram marcados no Brasil pela queda abrupta nas vendas de veículos automotores zero quilômetro, revertendo uma tendência de crescimento do consumo desse bem durável que prevaleceu nos primeiros três anos do governo Dilma Rousseff, graças à política de desoneração tributária.

- Para que se tenha ideia do que aconteceu nesse segmento do mercado no semestre encerrado em 30 de junho, basta observar que as vendas de automóveis, de veículos comerciais leves, de caminhões e de ônibus tiveram uma queda de 7,56 por cento, na comparação com o mesmo período de 2013.

- Foram emplacados em todo o país, de janeiro a junho últimos, 1.662.903 unidades de veículos zero quilômetro, segundo os dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), enquanto no mesmo período de 2013 esse número se aproximou de 1,8 milhão.

- Entre as causas da retração são apontadas o alto nível de endividamento da classe média brasileira nos últimos anos (em razão das políticas públicas de estímulo ao consumo e do aumento da oferta de crédito pelos bancos), além do panorama econômico atual, que impõe baixo crescimento do PIB, elevação das taxas de juros e incremento da inflação.

- Várias montadoras de automóveis já estão recorrendo à estratégia de dar férias coletivas aos empregados, como forma de reduzir estoques em seus pátios, ao mesmo tempo em que o governo anuncia desistência no seu plano de voltar a elevar o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) sobre o carro zero para não agravar ainda mais a situação que é crítica.

Pesquisa Abih-RN/Consult mostra satisfação de turistas que visitaram Natal na Copa

- Pesquisa do Instituto Consult, encomendada pela seção potiguar da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih/RN) evidencia que 88,3 por cento dos turistas nacionais e estrangeiros que visitaram Natal durante a primeira fase dos jogos da Copa do Mundo saíram daqui levando “ótima” ou “boa” impressão da cidade, com o detalhe de que 87,7 por cento destes ainda se declaram dispostos a indicar aos seus amigos e parentes uma viagem ao nosso destino.

- A pesquisa entrevistou um total de 1.003 turistas que se hospedaram nos hotéis da Via Costeira e da Praia de Ponta Negra (filiados à Abih) no período de 13 a 25 de junho.

Programas da Conab não são interrompidos no período eleitoral

- Os programas executados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab, empresa pública vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) não serão interrompidos durante o período eleitoral em curso.

- Isto porque tais programas se tratam de ações continuadas do Poder Público. Entre eles se destacam o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) e o Vendas em Balcão (que distribui a preço subsidiado o milho dos estoques reguladores do Governo Federal aos agropecuaristas de pequeno porte), além dos leilões periodicamente realizados pela estatal, entre outros.

- O período eleitoral, entretanto, impõe restrições a iniciativas como a doação de cestas de alimentos a entidades de interesse social, de modo que essa atividade da Conab está suspensa desde o dia 4 deste mês, assim prevalecendo até 5 de outubro. E onde houver segundo turno, a restrição se estenderá até o dia 26.

- Porém as limitações não se aplicam ao fornecimento de cestas a comunidades específicas e previamente selecionadas pelo Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, também sendo permitida a distribuição de alimentos em casos de emergência, para atender vítimas de calamidades.

Já passam de 55 mil os Microempreendedores Individuais formalizados

- Pelo levantamento recém-concluído pelo Sebrae/RN (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte), o número de autônomos potiguares que aderiram nos últimos cinco anos à categoria jurídica MEI (Microempreendedor Individual), optando assim por sair da informalidade, já atinge a marca dos 55.157 profissionais, dos quais 19,5 mil atuam em Natal, 4,9 mil em Parnamirim e 4,7 mil em Mossoró.

- No país esse número já supera os quatro milhões de microempreendedores individuais devidamente legalizados, com cadastro no CNPJ e aptos a emitir nota fiscal, a pagar impostos de forma simplificada (com isenção de tributos federais) e a ter acesso aos benefícios da Previdência Social mediante contribuição simbólica, desde que faturem até R$ 60 mil por ano.

- Acompanhando a tendência nacional, a atividade que mais tem registrado formalizações no Rio Grande do Norte (6.153) é o comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios, seguida das atividades de cabeleireiro (3.535), comércio varejista de gêneros alimentícios (2.699); lanchonetes (2.032) e venda de artigos de higiene e perfumaria (1.471).

Compartilhar: