Continuam buscas por irmãos cariocas que desapareceram ontem

Irmãos estavam passando férias em Natal e sumiram nas águas da praia de Areia Preta

Foto: José Aldenir
Foto: José Aldenir

Diego Hervani

Repórter

Os Guarda Vidas do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) ainda não obtiveram sucesso nas buscas aos dois irmãos, turistas do Rio de Janeiro de 13 e 16 anos. Até o meio dia de hoje, as buscas continuavam. Os dois desapareceram nesta quinta-feira (19) no mar da Ponta do Morcego, localizada na divisa das praias de Areia Preta e Artistas, em Natal.

Por volta das 14h15 desta quinta, ambos estavam tomando banho de mar quando foram surpreendidos por uma corrente marítima. O primo, que estava no local, ainda tentou ajudar, mas viu que não iria conseguir e voltou para terra firme para chamar o Corpo de Bombeiros. Segundo informações de um primo da dupla, os irmãos desaparecidos estavam em Natal de férias, desde o dia 13 de junho, onde permaneceriam por uma semana. Os adolescentes visitavam parentes que residem na capital.

Três helicópteros (Marinha, Secretaria Estadual da Segurança Pública e Defesa Social e Força Nacional), uma embarcação da Marinha, além de mergulhadores do Corpo de Bombeiros e Marinha, participaram ativamente das buscas. A Força Nacional, que montou postos em diversos pontos no litoral norte, urbano e sul da capital potiguar, compreendendo uma faixa litorânea de aproximadamente 145 Km. Os pais dos adolescentes chegaram à capital potiguar nesta sexta (20) e acompanham as buscas.

Um dos primeiros reforços que as equipes de resgate receberam foi a do Potiguar 1, helicóptero que é de propriedade da Sesed. Ele é equipado com uma câmera especial, chamada de “Imageador”. Durante a manhã, por exemplo, o Imageador permite identificar e monitorar alvos sem que a aproximação seja notada em uma distância de até 10 km. Durante a noite, outro sensor ajusta a melhor luminosidade para a situação. Em áreas de baixa visibilidade, como uma mata fechada, a câmera capta imagens por meio da diferença de calor. Mesmo com todo o aparato montado, até o fechamento desta edição os adolescentes ainda não tinham sido encontrados.

Compartilhar: