CONTRATAR OU ESPERAR? – Fábio Pacheco

Uma parte torcida alvinegra sabe que a solução para a falta de criação do meio de campo do ABC não…

Uma parte torcida alvinegra sabe que a solução para a falta de criação do meio de campo do ABC não é apenas sair contratando por contratar, mas tem consciência de que ficar esperando pelo reencontro de Xuxa e Júnior Timbó com o velho futebol, e a tão aguardada saída de Rogerinho do departamento médico, poderá custar algumas posições na tabela de classificação. Quando a diretoria decidiu trazer Xuxa todos sabiam que o jogador de 32 anos não era mais o mesmo e que vinha lutando contra a reserva nos últimos clubes. Era um jogador para compor o elenco, pois aguardava-se pela chegada do titular. Veio Rogerinho, que agradou, mas lesionou-se rapidamente e na proporção inversa costuma ficar mais tempo no DM do que nos gramados. A solução então seria Júnior Timbó, só que o meia que brilhou em 2013 e chegou a ser cogitado pelo Fluminense, ainda precisa de mais alguns jogos para recuperar totalmente a confiança, o ritmo de jogo e o entrosamento com o grupo. Mas tem muito torcedor achando que já passou da hora, a desconfiança aumenta a cada partida, e o coro por novos reforços não para de chegar na minha caixa de e-mails.

RONALDINHO

Ao todo, R10 jogou por 88 vezes com a camisa do Atlético-MG, marcando 28 gols. O meia se despede do clube com a façanha de nunca ter perdido com o Galo no estádio Independência. Qual será o destino de gaúcho, dizem que estaria acertando sua volta ao Grêmio para jogar um ano de graça e depois despedir-se dos gramados.

EXEMPLO SIMPLES

Impressionante o número de treinadores elogiando o trabalho de Marcelo Oliveira. Mas o mais interessante é que ninguém consegue imitá-lo, incompetência ou falta de jogadores no mercado? Oliveira só está fazendo o que o técnico de antigamente fazia, montou um grupo com opções que não deixam cair o nível de jogo. Simples, basta saber analisar o jogador que está contratando.

RODADA

Dois jogos abrem a 14ª rodada da Série B nesta terça-feira. O Náutico (14º), mas com um jogo a menos, recebe o Icasa (15º), às 19h, na Arena Pernambuco, enquanta a Portuguesa (18º) vai tentar deixar a zona da degola contra o Oeste (16º), às 21h, no estádio do Canindé.

O LEITOR FALA

“Caro Fábio Pacheco, até quando a diretoria do ABC vai ficar esperando pela volta do bom futebol de Timbó. Não dá pra ficar esperando, o time vem jogando muito mal e está depencando na classificação, é hora da diretoria fazer alguma coisa”. Carlos Silva, do bairro Gramoré.

PACIÊNCIA

Mas mesmo que a diretoria alvinegra decida ir atrás de um reforço para o meio-campo, será muito difícil encontrar um bom jogador à disposição. Todos os campeonatos brasileiros estão em andamento e a maioria dos meias estão empregados. A solução ainda é esperar por Rogerinho e Timbó, é só ter paciência.

EQUILÍBRIO ALVIRRUBRO

Quem está conseguindo um equilíbrio parecido com o do Cruzeiro é Oliveira Canindé. Mesmo sem jogadores importantes como Andrey, Arthur Maia, Morais e Max, ele vem mantendo o time competitivo. Desde o retorno da Série B que o time não sabe o que é perder.

ESTAGIÁRIO

O ex-atacante Deivid virou uma espécie de “estagiário” de Luxemburgo. Só que o torcedor rubro-negro não consegue entender como o ex-atleta que colocou o clube na Justiça em 2012 para cobrar cerca de R$ 6 milhões por 19 meses de direitos de imagem atrasados, conseguiu voltar à Gávea. É que as partes discutiram o caso e acertaram o montante de R$ 3 milhões para abater as pendências.

TAPETÃO

A Copa Verde tem um novo campeão. Por ter escalado quatro jogadores de forma irregular na decisão, o Brasília perdeu, por decisão da Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o título da competição e consequentemente a vaga na Copa Sul-Americana 2015. Com isso, o Paysandu herdou a conquista e terá presença confirmada no torneio continental. Porém, ainda cabe recurso.

Compartilhar: