Convênio Petrobras-Sebrae eleva em 51% faturamento das empresas das Redes Petro – Marcos Aurélio de Sá

- Os elevados investimentos em petróleo e gás no país e a necessidade de fomentar a nacionalização da rede de…

- Os elevados investimentos em petróleo e gás no país e a necessidade de fomentar a nacionalização da rede de fornecedores da Petrobras levaram a companhia e o Sebrae Nacional (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) a estabelecer em 2004 e a reforçar nos últimos anos um convênio de cooperação que já se encontra em seu segundo ciclo, através do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp), que já conta com 19 projetos em andamento em 13 Estados, entre eles o Rio Grande do Norte.

- O convênio Petrobras/Sebrae, que prevê investimentos da ordem de R$ 78 milhões, obteve até o momento os seguintes resultados:

- 19 projetos concluídos e 19 em andamento, envolvendo 31 Unidades de Negócios da Petrobras, em 16 estados (Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, RN, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo);

- 6.032 empresas atendidas na primeira fase do convênio e 13.242 empresas atendidas nesta segunda etapa, nas diversas ações dos projetos (palestras, seminários, oficinas, consultorias, rodadas de negócios, feiras, orientação para acesso a serviços financeiros, orientação para cadastramento na Petrobras, etc.), além de mapeamento de demandas tecnológicas para desenvolvimento e colocação de soluções no mercado por pequenas empresas;

- aumento médio de 51 por cento no faturamento e de 19 por cento na oferta de empregos em empresas participantes dos projetos, considerando amostragem em 18 projetos já encerrados;

- fomento à criação e consolidação de Redes Petro – hoje são 18 Redes Petro em funcionamento em 15 Estados – resultantes da parceria entre, cabendo ao Sebrae a tarefa de estimular a cooperação entre as empresas do setor visando aumentar a competitividade das fornecedoras de bens e serviços da cadeia de petróleo e gás natural;

- estímulo à interação entre as Redes Petro nos Estados, gerando um movimento denominado Rede Petro Brasil, que recentemente lançou sua rede social no ambiente do Observatório de Arranjos Produtivos Locais (APL) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior;

- realização de 135 rodadas de negócios, com expectativa de negócios acima de R$ 6 bilhões, declarada pelos grandes compradores;

- 11 soluções tecnológicas no mercado, desenvolvidas por pequenas empresas, a partir de demandas tecnológicas mapeadas em áreas de operação e manutenção de Unidades de Negócios da Petrobras.

Acqualive, com sede no RN, abrirá sua primeira loja na capital paulista

- A empresa Acqualive, que atua há quatro anos no mercado potiguar e possui representação em mais 13 Estados brasileiros, abrirá ainda este mês uma loja na cidade de São Paulo, na região dos Jardins, formada por bairros que concentram a classe paulistana de maior poder aquisitivo.

- Com localização privilegiada na Alameda Lorena, a proposta da nova unidade da Acqualive será difundir no maior centro econômico e consumidor do país o ionizador e purificador que torna alcalina a água potável, proporcionando-lhe a condição ideal para ser consumida com ganhos para a saúde humana.

- A inauguração da loja será no próximo dia 28, com a presença dos diretores Mauro Mumbach e Sidney Rodrigues, além do conhecido médico cardiologista e nutrólogo Lair Ribeiro, defensor do uso da água alcalina para a promoção da saúde.

- Segundo Mauro Mumbach, a expectativa com a abertura da loja em São Paulo é gerar uma maior visibilidade para a marca. “Estaremos em um local que se caracteriza como uma ‘vitrine’ do país. A possibilidade de apresentar produtos que levem mais saúde e bem estar à sociedade como um todo é bastante animadora e o incremento de vendas esperado é relevante, pois pretendemos duplicar nosso volume de negócios”, detalhou.

- Atualmente, a Acqualive conta com um total de 15 lojas abertas. Seguindo o plano de expansão, a perspectiva é de mais cinco lojas já em processo de estruturação para abertura ainda em 2014.

Quem participou da Exposição de Caicó fez bons negócios

- Para o agropecuarista potiguar Marcelo Abdon, selecionador de caprinos e presidente da Associação Brasileia dos Criadores da Raça Böer, a 41ª. Exposição Agropecuária do Seridó, ocorrida no último final de semana na cidade de Caicó, foi uma das mais bem sucedidas dos últimos anos, registrando volume excepcional de negócios.

- Dentro da feira foi realizada a quarta edição nordestina da Exposição Regional de Caprinos da Raça Böer, que reuniu selecionadores de quatro Estados (Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará) e mais de 300 animais puros de origem, boa parte dos quais disputaram premiação em pista de julgamento.

- Ao final do evento o clima entre os selecionadores de bovinos que levaram animais para Caicó também era de satisfação, já que o mercado foi comprador e surpreendeu positivamente.

Potiguar é eleito vice presidente da Febrac

- Edmilson Pereira de Assis, presidente do Sindicato Patronal das Empresas Prestadoras de Serviços de Mão de Obra do Rio Grande do Norte (Sindprest/RN), foi eleito semana passada para exercer o cargo de vice-presidente de Relações Institucionais da Federação Nacional das Empresas de Serviços e Limpeza Ambiental (Febrac).

- A eleição, para o triênio 2014-2017, também serviu para indicar os delegados da entidade junto à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), sendo Edmilson Pereira um dos nomes escolhidos.

- A Febrac representa o setor de serviços terceirizados no país e possui 27 sindicatos filiados, representantes das empresas dos 26 Estados e do Distrito Federal. Entre as lutas mais importantes que a Federação tem defendido está a campanha que propõe o fim da pesada multa do FGTS imposta aos empregadores brasileiros no caso de demissões sem justa causa.

- Sobre sua eleição para uma das vice-presidências da Febrac, Edmilson fez a seguinte declaração: “É uma honra assumir cargo de direção numa entidade que representa mais de 12 mil empresas e contabiliza 1,5 milhão de trabalhadores”.

Natal perde um dos pioneiros do Turismo 

- Faleceu no último final de semana o agente de viagens Hyperides (Peri) Lamartine, um dos precursores da imensa luta – iniciada no início da segunda metade do século passado e vista então como “coisa de visionários” – para tornar Natal um dos principais polos turísticos do Brasil.

- Apaixonado pela aviação (ele foi um dos mais notáveis pilotos brevetados pelo Aero Clube do Rio Grande do Norte), Peri fez inúmeras viagens internacionais e acabou criando nos anos 60 em Natal a Agência Aerotur, uma das primeiras empresas do gênero no Rio Grande do Norte. Além disso, foi secretário de Turismo da capital e sempre exerceu uma benéfica liderança no setor, merecendo enorme respeito no seu meio empresarial.

- Peri ainda se destacou como escritor e ocupava uma cadeira na Academia Norte-rio-grandense de Letras. Entre seus temas preferidos estavam a região Seridó, seu berço familiar, e a fase heroica da aviação mundial, na qual Natal teve participação destacada, que em boa parte ele testemunhou.

Compartilhar: