Coordenador de Aécio, José Agripino, já diz que apoiará Marina em 2º turno

Agripino Maia diz que o objetivo maior da coligação encabeçada por tucano é derrotar o PT. Aécio Neves foi ultrapassado por Marina Silva na corrida presidencial

Agripino-Maia

Coordenador da campanha de Aécio Neves (PSDB) à presidência da República, o senador José Agripino Maia (RN), que preside o DEM, declarou nesta segunda-feira (1º) que espera a união do PSDB com o PSB em um eventual segundo turno contra a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT.

De acordo com Agripino, o objetivo maior da coligação “Muda Brasil”, encabeçada por Aécio, é derrotar o PT. O tucano foi ultrapassado na corrida presidencial pela ex-senadora e ex-ministra Marina Silva, que se tornou presidenciável do PSB após a morte do ex-governador Eduardo Campos (PSB).

“O PSB tem afinidades muito antigas conosco, desde o tempo do Eduardo Campos. O inimigo maior a ser batido é o PT. Tanto pode dar Aécio apoiando a Marina quanto o contrário”, disse Agripino, ponderando que ainda há ânimo com a possibilidade de Aécio chegar ao segundo turno.

“O esforço dos partidos da nossa coligação é que o Aécio chegue ao final da disputa. Estamos trabalhando com esse objetivo”, acrescentou Agripino. O tucano agora está em terceiro lugar na disputa, segundo as últimas pesquisas de intenção de voto. A coligação é formada por PSDB, PMN,  SD, DEM, PEN, PTN, PTB, PTC e PT do B.

 

 

Fonte: Congresso em Foco

Compartilhar: